PUBLICIDADE

Rosiane Pinheiro revela que ex controlava suas contas bancárias e fotos em redes sociais: "Prisioneira"

A ex-participante de "A Fazenda" não podia fazer nada sem a permissão do ex-companheiro; ela chegou a denunciá-lo

7 jun 2024 - 12h01
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Rosiane Pinheiro, 49 anos, ex-participante de A Fazenda e ex-dançarina da banda Gang do Samba, revelou detalhes sobre o relacionamento abusivo que viveu. Ela chegou a denunciar o homem, mas perdeu por falta de apoio das testemunhas.
Rosiane Pinheiro chegou a denunciar o ex-companheiro, mas por falta do apoio de testemunhas, ela perdeu
Rosiane Pinheiro chegou a denunciar o ex-companheiro, mas por falta do apoio de testemunhas, ela perdeu
Foto: Reprodução: Instagram/rosianepinheiro

A dançarina e ex-participante de "A Fazenda" Rosiane Pinheiro, 49 anos, revelou que um ex-companheiro controlava as contas bancárias dela e as fotos que publicava nas redes sociais. Segundo Rosiane, ela era uma "prisioneira" no relacionamento.

"Eu não podia visitar ninguém, só quem ele permitisse. Não podia [fazer] nada, todos os meus cartões ficavam com ele. Nunca contei porque a gente tem medo de abrir a boca e falar. Tem coisas que nunca falei, porque acaba passando de ridícula", disse ao iBahia.

Relacionamento abusivo: o que é e quais são os sinais Relacionamento abusivo: o que é e quais são os sinais

Segundo relato de Rosiane, o ex-companheiro não a deixava postar foto de biquíni e, entre 2012 e 2016, época em que trabalhou como repórter de uma emissora de televisão em Salvador, o homem a acompanhava até a empresa e a esperava ao término do trabalho no estacionamento para, então, levá-la para casa.

"Tenho uma história inteira, mas nunca postava as coisas por causa do relacionamento abusivo que vivia. Não podia postar nada, era presa, prisioneira", afirmou ela.

Rosiane ainda contou que denunciou o ex-companheiro, mas por falta do apoio de testemunhas, ela perdeu. "Eu botei ele na Justiça e ainda perdi, minhas testemunhas não foram com medo. Eu cheguei a pedir medida protetiva", disse. Ela não detalhou se a medida foi acatada.

De acordo com a ex-dançarina da banda Gang do Samba, ela parou de acreditar no "amor verdadeiro" por causa do relacionamento abusivo que viveu. "Já quiseram me podar: 'para de dar risada alto, se comporte, não coma muito'. Tentaram tomar tudo meu: casa, carro. Vivi vários relacionamentos abusivos, de tipos diferentes, estou há muito tempo sozinha, não consigo acreditar no amor", contou.

"Quando alguém fala o que já ouvi antes, penso: 'No início todo mundo faz as mesmas coisas. Depois todo mundo deixa a máscara cair", finalizou a dançarina.

Em caso de violência contra a mulher, denuncie

Violência contra a mulher é crime, com pena de prisão prevista em lei. Ao presenciar qualquer episódio de agressão contra mulheres, denuncie. Você pode fazer isso por telefone (ligando 190 ou 180). Também pode procurar uma delegacia, normal ou especializada.

Saiba mais sobre como denunciar aqui.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade