PUBLICIDADE
Patrocínio Logo do patrocinador

Itália opta em não assinar texto da UE sobre direitos LGBT

Outros oito países do bloco seguiram os passos de Roma

17 mai 2024 - 17h21
(atualizado às 17h26)
Compartilhar
Exibir comentários
Itália opta em não assinar texto da UE sobre direitos LGBT
Itália opta em não assinar texto da UE sobre direitos LGBT
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A Itália foi um dos nove países da União Europeia que não assinaram uma declaração para promover políticas a favor das comunidades LGBTQIA+ apresentada pela Bélgica, nesta sexta-feira (17), aos Estados-membros.

O texto foi elaborado por ocasião do Dia Mundial contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia. Além da Itália, as outras nações que resolveram não assinar o documento foram Hungria, Romênia, Bulgária, Croácia, Lituânia, Letônia, República Tcheca e Eslováquia.

"Mais uma vez, o governo de Meloni não perdeu a oportunidade de demonstrar a sua natureza e revelar quais são as suas alianças naturais. Uma escolha infeliz que mina a credibilidade a nível internacional do nosso país, associando-o a nações onde os direitos sempre foram negados e o Estado de direito sofre", lamentou o chefe de relações exteriores do partido Italia Viva, Ivan Scalfarotto.

O documento afirma que os signatários se comprometem a "implementar estratégias de apoio para as comunidades LGBT", além de colocar em prática "uma nova estratégia para melhorar os direitos, alocando recursos suficientes e colaborando com a sociedade civil".

A declaração foi apresentada pela secretária de Estado da Igualdade de Gênero, Marie-Colline Leroy, e foi assinada por Bélgica, Polônia, Dinamarca, Chipre, Irlanda, Grécia, Luxemburgo, Holanda, Malta, Estônia, Áustria, Finlândia, Alemanha, Portugal, Eslovênia, França, Suécia e Espanha. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade