PUBLICIDADE

MP da Espanha pede quatro anos de prisão acusados de pendurar boneco de Vinicius Jr

Quatro torcedores da "Frente Atlético" são acusados de colocarem boneco em uma ponte, em local de grande circulação

5 dez 2023 - 14h38
(atualizado às 14h39)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Real Madrid / Divulgação / Jogada10

O Ministério Público de Madri, na Espanha, pediu quatro anos de prisão para os autores que respondem pela acusação de pendurar um boneco com a camisa de Vinícius Jr em uma ponte. Segundo o MP, os supostos autores da ação são da "Frente Atlético". Eles tiveram a atitude antes da partida entre Real Madrid e Atlético de Madrid, no dia 26 de janeiro.

A acusação que pesa sobre eles é crime de ameaça e contra os direitos fundamentais e às liberdades públicas. Além disso, ao mesmo tempo o Ministério Público pede indenização de 6 mil euros (R$ 30 mil) por dano moral a Vini Jr.

A acusação diz que a ação ocorreu na madrugada de 25 para 26 de janeiro de 2023. Quatro membros da torcida "Frente Atlético", ligada à extrema-direita, foram a uma ponte perto do Centro de Treinamento do Real Madrid. O local é com ampla visibilidade para usuários da estrada, e lá colocaram o boneco.

"Como um sinal inequívoco de desprezo e rejeição à cor da pele da vítima. E motivados pelo desejo de minar sua sensação de tranquilidade", dizia a acusação. O boneco tinha 165 centímetros de altura, pele e cabelos pretos. O boneco, aliás, vestia a camisa do Real com o nome de Vini Jr.

O texto ainda acrescentou que a mensagem viralizou nas redes sociais. "A mídia tradicional repercutiu a notícia. Aumentando, assim, o dano ao direito jurídico protegido que consiste na dignidade da pessoa, neste caso, tanto da vítima Vinicius quanto do grupo que ele representa", acrescentou.

Torcedores estão proibidos de se aproximarem de Vinicius Jr

Vale lembrar que em maio o Tribunal de Instrução número 26 emitiu ordem proibindo os réus de se aproximarem de Vini Jr a menos de mil metros. Além disso, 100 metros dos estádios Santiago Bernabéu e Civitas Metropolitana durante as partidas. Enfim, estão proibidos ainda de se comunicarem com o jogador por qualquer meio.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 
Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade