PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Médica que denunciou filho de Lula por violência doméstica desabafa: "Não vou me calar diante do machismo"

Natália Schincariol acusou Luís Cláudio de violência física, moral e psicológica; Justiça de SP concedeu medida protetiva à médica

15 abr 2024 - 11h03
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A médica Natália Schincariol denunciou o filho do presidente Lula, Luís Cláudio, por violência doméstica, e está recebendo ataques machistas desde então.
Natália Schincariol está sofrendo ataques machistas desde que denunciou Luís Cláudio por violência doméstica
Natália Schincariol está sofrendo ataques machistas desde que denunciou Luís Cláudio por violência doméstica
Foto: Reprodução: Instagram/natalia.schin

A médica Natália Schincariol, de 29 anos, que denunciou o filho do presidente Lula, Luís Cláudio Lula da Silva, de 39 anos, por violência doméstica, desabafou nas redes sociais. Segundo Natália, ela está sofrendo ataques machistas.

"'Ex-bbb, paga de intelectual, vulgar, cabelos longos, boca grande, seios grandes'. Uma mulher que tem muito a falar e ninguém mais vai me conter", escreveu no Instagram, ressaltando um comentário que seria sobre ela nas redes sociais.

Natália citou suas ocupações e qualificações: médica, psicanalista, estudante de psiquiatria, empresária e dona do próprio instituto de saúde mental, o Quintal Filosófico. "Mas, nada disso tem valor quando você é uma mulher", afirmou.

Não é só bater: outros tipos de violência contra a mulher Não é só bater: outros tipos de violência contra a mulher

"O tamanho dos seus seios, da sua boca, do seu cabelo importam mais na boca dos machistas. Te invalidam, te humilham, te silenciam. Mas, só você sabe o que passou e o que viveu pra chegar até aqui", contou.

A médica ainda ressaltou que é filha de mãe solo. "Tenho orgulho de ser mulher e de ter sido criada por minha mãe e minha vó."

"Não vou me calar diante do machismo. O Machismo é violento. O Machismo mata", finalizou ela.

O caso

No dia 2 de abril, Natália Schincariol denunciou Luís Cláudio Lula da Silva por violência doméstica, ameaça, vias de fato, violência psicológica contra a mulher e injúria, segundo boletim de ocorrência. A denúncia foi registrada na Delegacia da Mulher Online.

Em janeiro, eles brigaram após a médica pegar o celular de Luís para verificar possíveis traições. De acordo com o boletim de ocorrência, ela levou uma "cotovelada na barriga" de Luís, que tentava impedi-la de olhar o aparelho eletrônico.

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu medida protetiva à médica. Além de não poder se aproximar dela ou frequentar os lugares que a ex-namorada trabalha e estuda, Luís Cláudio também precisou deixar o apartamento onde morava com Natália.

Ele precisa estar acompanhado de um oficial de Justiça ou enviar uma pessoa indicada por ele, e com a supervisão de Natália, caso queira retirar seus pertences do apartamento.

Defesa de Luís Cláudio

A defesa de Luís Cláudio publicou uma nota nas redes sociais e disse que as alegações são "inverídicas e fantasiosas". 

"Na condição de advogada de Luís Cláudio Lula da Silva, tomamos conhecimento das fantasiosas declarações que teriam sido proferidas pela médica, atribuindo aos nosso cliente inverídicas e fantasiosas agressões, cujas mentiras são enquadráveis nos tipos dos delitos de calúnia, injúria e difamação, além de responder por reparação de danos morais, motivos pelos quais serão tomadas as medidas legais pertinentes", informou.

Em caso de violência contra a mulher, denuncie

Violência contra a mulher é crime, com pena de prisão prevista em lei. Ao presenciar qualquer episódio de agressão contra mulheres, denuncie. Você pode fazer isso por telefone (ligando 190 ou 180). Também pode procurar uma delegacia, normal ou especializada.

Saiba mais sobre como denunciar aqui.

Justiça determina que filho de Lula se mantenha longe da ex namorada:
Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade