PUBLICIDADE

Intérprete do mascote do Inter presta depoimento à polícia sobre suspeita de importunação sexual

O funcionário do Colorado comparaceu à delegacia acompanhado de um advogado

28 fev 2024 - 15h09
(atualizado às 15h56)
Compartilhar
Exibir comentários
Gisele Kümpel, do "Canal Monumental", afirmou ter sido abraçada e beijada sem seu consentimento pelo mascote durante o Gre-Nal
Gisele Kümpel, do "Canal Monumental", afirmou ter sido abraçada e beijada sem seu consentimento pelo mascote durante o Gre-Nal
Foto: Reprodução: X/Gikumpel/Instagram/scinternacional

O intérprete do mascote do Internacional se apresentou na terça-feira (27) à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre, de forma voluntária. O funcionário foi denunciado por uma jornalista por importunação sexual.

De acordo com o delegado Christian Nedel, o intérprete estava acompanhado por um advogado e prestou depoimento sobre o caso.

Beijo forçado e apalpar: entenda o que é importunação sexual Beijo forçado e apalpar: entenda o que é importunação sexual

Gisele Kümpel, do "Canal Monumental", afirmou ter sido abraçada e beijada sem seu consentimento pelo mascote durante o Gre-Nal, no último domingo (25). A jornalista procurou a delegacia da Polícia Civil no Beira-Rio e abriu um Boletim de Ocorrência.

"Foi uma situação bem constrangedora. Ele estava perto de mim, atrás do gol, e na hora que saiu o pênalti, eu me afastei uns dois metros, porque ele já estava me torturando. E, depois que o Inter fez o gol, ao invés dele comemorar com a torcida dele, ele resolveu vir me abraçar e me dar um beijo, como se meu corpo estivesse ali à disposição, ou como se ele pudesse fazer isso sem a minha permissão", contou ela nas redes sociais.

O Internacional se pronunciou, afirmando que tanto o clube, quanto o funcionário estarão a disposição das autoridades, e que o intérprete será afasatado até o fim das investigações.

"Sobre o registro de ocorrência envolvendo a figura do mascote Saci, o Sport Club Internacional informa que encaminhou as imagens de seu circuito interno de monitoramento para a Delegacia responsável pela apuração do episódio.

Confiamos que todos os fatos serão devidamente esclarecidos junto à autoridade policial. Por essa razão, e esperando a célere resolução do caso, o funcionário responsável pelo mascote e o próprio Clube estarão a disposição das autoridades. Até a conclusão do procedimento, o funcionário ficará afastado da representação do Saci.

Por fim, o Sport Club Internacional manifesta seu respeito ao trabalho de toda a imprensa e repudia todo e qualquer caso em que haja importunação ou manifestação de cunho preconceituoso", informou o clube.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade