PUBLICIDADE

"É machista achar que preciso ficar casada para ser cuidada”, afirma Preta Gil

Cantora falou sobre a separação em entrevista para revista Marie Claire e afirmou que o instinto de sobrevivência foi crucial na decisão

6 jun 2023 - 11h32
Compartilhar
Exibir comentários
Preta foi diagnosticada com câncer colorretal em  janeiro deste ano
Preta foi diagnosticada com câncer colorretal em janeiro deste ano
Foto: Reprodução/Facebook/@pretagiloficial

A cantora e empresária Preta Gil é capa do mês da revista Marie Claire e em entrevista falou sobre seu tratamento contra o câncer, morte, perdas e amor. 

Foi a primeira vez também que a artista abriu o coração e comentou sobre o fim do casamento de oito anos com o personal trainer Rodrigo Godoy.

“Meu instinto de sobrevivência me fez querer me separar, mesmo eu estando com câncer, porque não estava me fazendo bem. E é machista achar que preciso ficar casada para ser cuidada. Por que o marido é mais importante que a mãe, o pai, a irmã, o amigo?", questionou. 

Na entrevista, a cantora ainda afirmou que é um traço do patriarcado colocar a importância do cuidado no homem. "Depois de um tempo, percebi que essa decisão é prova da profundidade do meu mergulho. Se, neste momento, não for para descer fundo, repensar, então para quê? Estou tendo uma segunda chance de viver e isso tem um propósito.”

Preta foi diagnosticada com câncer colorretal em janeiro deste ano e segue em tratamento médico. Na entrevista falou também que se separou por consequência da doença. "O casamento não superou um tratamento oncológico. Não é tão pragmático. A gente fica tentando justificar. Existem nuances em uma separação tão sofrida como foi a minha. A gente não conseguiu passar por isso", declarou.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade