PUBLICIDADE

"Duolingo indígena": conheça o 1º aplicativo focado no ensino de língua dos povos amazônicos

A língua nheengatu já foi considerada a mais falada da região e era chamada de "língua geral amazônica"

30 abr 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A pesquisadora Suellen Tobler desenvolveu o aplicativo para ensinar a língua nheengatu. A ferramenta é a primeira voltada para o ensino de língua indígena no país.
Suellen Tobler teve a ideia de criar o Nheengatu App em 2020
Suellen Tobler teve a ideia de criar o Nheengatu App em 2020
Foto: Reprodução: Instagram/nheengatuapp

O Nheengatu App é o primeiro aplicativo criado para ensinar uma língua indígena no Brasil. Desenvolvida pela pesquisadora Suellen Tobler, a ferramenta foi lançada em outubro de 2021, com o apoio da Lei Aldir Blanc e da Secretaria de Cultura do Pará.

A língua nheengatu tem diversas variações, mas o aplicativo contém apenas a variação "nheengatu tapajowara", língua da região do Baixo Tapajós. A língua já foi considerada a mais falada da região amazônica e era chamada de "língua geral amazônica".

O nheengatu tem origem no tronco linguístico do tupi, com algumas influências do português. Segundo o Atlas de Línguas em Perigo da Unesco, o Nheengatu está "severamente ameaçado".

Por onde começar a aprender línguas indígenas Por onde começar a aprender línguas indígenas

Como surgiu

Segundo Suellen Tobler, a ideia de criar a ferramenta surgiu em 2020, após ela receber o livro "Nheengatu Tapajowara" de presente da professora Dailza Araújo, da escola indígena Suraraitá Tupinambá, na Aldeia São Francisco, no Pará.

"Em casa, ao folhear o livro, percebi certa semelhança entre o nheengatu e o alemão, língua que eu estudava naquele momento através do app Duolingo, e aquilo que era apenas uma curiosidade tornou-se um interesse", contou, na página do aplicativo no Instagram. 

"Procurei cursos de nheengatu em aplicativos e sites, sem sucesso. Então, busquei por outras 'línguas maternas' e a única que encontrei foi guarani paraguaio. Assim surgiu a problemática: por que não tem um app para aprender nheengatu, tikúna, muduruku ou outras línguas indígenas?"

Como funciona

Após baixar o aplicativo no site e se cadastrar, o usuário visualiza uma mensagem na página inicial. "Com a pressão linguística civilizatória, essa língua foi silenciada ao longo do tempo, mas continua viva. Quanto maior o número de falantes, mais viva ela estará."

A pessoa tem acesso a exercícios de memória, que ajudam a aprender palavras e frases. O usuário também aprende a língua selecionando as palavras certas do exercício, completando frases, selecionando e escrevendo trechos, e ligando uma palavra a outra.

Os áudios dos exercícios são feitos pelo professor de nheengatu, George Borari, da Escola Indígena Borari de Alter do Chão, no Baixo Tapajós.

Ao todo, o Nheengatu App tem 6 tipos de exercícios para ajudar os usuários que querem aprender a língua indígena
Ao todo, o Nheengatu App tem 6 tipos de exercícios para ajudar os usuários que querem aprender a língua indígena
Foto: Reprodução
Fonte: Redação Nós
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade