PUBLICIDADE

Novo Mercedes-AMG 63 S é revelado e vai de 0 a 100 em 2,8s

Equipado com um V8 híbrido de 816 cv, novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance é o carro de produção mais rápido da história da marca alemã

24 abr 2024 - 06h40
Compartilhar
Exibir comentários
Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Foto: Mercedes/Divulgação

Este é o Mercedes de produção em série mais rápido da história. Revelado nesta semana no Salão de Xangai (China), o novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance é a versão mais radical – até agora – da segunda geração do cupê alemão. Equipado com um motor híbrido plug-in de 816 cv, o superesportivo chegará ao mercado europeu até o fim deste ano.

Por fora, o visual não difere muito das demais versões do AMG GT. As únicas novidades são um novo emblema na tampa do porta-malas, as novas rodas de até 21", a tradicional grade Panamericana, rodas maiores, spoilers e saias esportivas, novos para-choques, aerofólio e melhorias aerodinâmicas.

Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Foto: Mercedes/Divulgação

No interior, há o pacote opcional Manufaktur, com inúmeras opções de personalização para cada detalhe do interior. Um dos destaques da nova versão é uma entrada de carregamento plug-in no para-choque traseiro. Trata-se da mesma solução utilizada pelo Mercedes-AMG SL 63 S E Performance.

O conversível também emprestou o trem de força para o novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance. Ele é formado por um motor 4.0 V8 biturbo de 612 cv e 850 Nm e um propulsor elétrico de 204 cv e 320 Nm com tecnologia derivada dos propulsores da Mercedes na Fórmula 1. Juntos, eles oferecem 816 cv de potência e picos de até 1.420 Nm de torque. 

Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Foto: Mercedes/Divulgação

Já o câmbio é um automatizado de dupla embreagem de 9 marchas, enquanto a tração é integral nas quatro rodas com função Drift. O sistema híbrido conta com uma bateria de 6,1 kWh, que ainda não teve o alcance divulgado. No entanto, todo o sistema eletrificado atua com foco em performance, e não em economia.

Além disso, o novo AMG GT 63S E Performance ainda conta com eixo traseiro esterçante, suspensão adaptativa com diferentes modos e ajustes, além de freios de cerâmica. Graças a este conjunto, ele é o carro de produção em série mais potente da história da marca alemã: vai de 0 a 100 km/h em apenas 2,8s e chega aos 320 km/h de velocidade máxima.

Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance
Foto: Mercedes/Divulgação

Revelado na China e previsto para estrear na Europa no fim deste ano, o novo Mercedes-AMG GT 63 S E Performance deve demorar um pouco mais para chegar ao Brasil. Os preços ainda não foram revelados.

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Publicidade