PUBLICIDADE

Conheça os times na final da Liga Brasileira de Free Fire

Grande final acontece neste sábado (23), com prêmio de R$ 935 mil

23 jul 2021 10h56
| atualizado às 11h00
ver comentários
Publicidade
Troféu da Liga Brasileira de Free Fire
Troféu da Liga Brasileira de Free Fire
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Após seis semanas de intensas disputas, capas e chuvas de granada, a quinta temporada da Liga Brasileira de Free Fire finalmente tem seus finalistas definidos. O maior campeonato nacional do popular battle royale da Garena trouxe surpresas, lágrimas e muita emoção. 

Agora, conheça as 12 equipes que disputarão a premiação total de R$ 935 mil, maior valor pago em um torneio nacional do game.

Vivo Keyd

Vivo Keyd
Vivo Keyd
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Líder absoluta na fase de grupos, a equipe mais agressiva e estratégica do cenário somou 726 pontos na primeira etapa do split. Depois de bater na trave nas duas primeiras edições da LBFF, em que conquistou dois vice-campeonatos, os Guerreiros chegam como grandes favoritos ao título. 

A equipe liderada por Nando9 se destaca pela quantidade de abates na fase classificatória: 343 - 47 a mais que o Fluxo, segundo melhor no quesito. Além disso, a Vivo Keyd quebrou o recorde de abates em uma única queda na história da competição: na quarta queda da última rodada, eles somaram nada menos do que 23 abates e escreveram seu nome na história da LBFF.

A equipe da Vivo Keyd é formada por:

  • Pedro Henrique “KBÇÃO” Araújo;
  • Jardim “Deadgod” Pereira;
  • Matheus Henrique “MODESTIA” Rodrigues;
  • Gerson “General” da Silva;
  • Fernando “Nando9” Gomes;
  • Ítalo “Stark” (técnico).

Corinthians Free Fire

Corinthians Free Fire
Corinthians Free Fire
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Depois de uma campanha apagada durante a fase de grupos da LBFF 4 e de um desempenho surpreendente na grande final, que garantiu a 4ª colocação, a equipe alvinegra chegou renovada e motivada para o split. Com a contratação de Gelo e Leozin, revelações que vieram direto da comunidade, vimos um efeito imediato ao lado de jogadores já conhecidos pela torcida.

A equipe dominou grande parte da fase de grupos, perdendo a liderança somente na reta final. A consistência da equipe espantou e, nesse sentido, foi a equipe que mais somou pontos por colocação na competição, 419. 

Toda essa consistência deve trazer bons resultados na grande final. O conhecimento do meta e a excelente leitura de safe devem colocar a equipe como as melhores do próximo sábado.

A equipe do Corinthians Free Fire é formada por:

  • “Razure”;
  • “Ousado7”;
  • “Bruno” de Oliveira Ramos;
  • Erik “Zenac” Filho
  • “Gelo”;
  • Leonardo “Leozin” Marques;
  • “Kied” (técnico)

Fluxo

Fluxo
Fluxo
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Atual campeão da LBFF, o Fluxo tem ao seu lado todo o talento de Syaz. Líder absoluto na disputa pelo MVP, com 111 abates em 72 quedas, o jogador faz a diferença em cada disputa, principalmente com suas granadas. Além disso, o único bicampeão brasileiro, JapaBKR, traz toda a experiência necessária para a equipe formada por Nobru no início deste ano. 

Com uma campanha regular durante a fase de grupos, a equipe foi aos poucos encontrando o desempenho que garantiu o título no split passado e chega como uma das favoritas.

A equipe do Fluxo é formada por:

  • Bruno “Nobru” Goes;
  • Jonatha “JapaBKR” Pereira;
  • Gabriel “Syaz” Vasconcelos;
  • Felipe “Fac” Bandeira;
  • Juan “GODKILL” Viana;
  • Luiz “K9” Alberto (técnico)

SS e-Sports

SS eSports
SS eSports
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Campeã da LBFF 3, a SS e-Sports é um dos times mais consolidados do cenário e chega sempre com força nas disputas, mesmo sendo uma das equipes que mais fazem alterações no elenco entre as temporadas. Nesse sentido, foi a equipe que mais trouxe novidades para o split, mantendo apenas MTS007 em relação à quarta temporada.

MTS007 que foi o grande destaque da equipe na fase de grupos e briga diretamente pelo prêmio de MVP, somando 105 eliminações. Além disso, o Suicide Squad coleciona Booyahs: são 12 até aqui na temporada, o que a torna a melhor equipe no quesito.

A equipe da SS e-Sports é formada por:

  • Mateus “Mts007” da Silva;
  • “BuToN007”;
  • “Astro007”;
  • Raphael “Phoenix23” Ferreira Sande;
  • Jhonatan “Jubinha” Silva de Souza;
  • “GENERAL” (técnico)

B4

B4
B4
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

A equipe causou alvoroço no início da temporada com a contratação dos jogadores do Santos, Lobato e Ruan. Ruan foi MVP da quarta temporada e é considerado um dos melhores jogadores do cenário atual, guiando a equipe com bons desempenhos que justificam toda a sua fama.

Mas quem tem se destacado na competição, ao menos até aqui, é o craque Yago. Com 96 abates, o jogador está na briga pelo MVP e promete esquentar as coisas durante a final.

A equipe da B4 é formada por:

  • Ronald “R7” Santos;
  • “Yago” Vinicius;
  • Danillo “Randall” Jardim;
  • “Ruan” da Rocha;
  • Matheus “Lobato”;
  • “Machado” (técnico)

Team Coda Solid

Team Coda Solid
Team Coda Solid
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Uma das novatas na Série A, a Team Coda Solid tenta escrever seu nome na história da LBFF após dominar a Série B. Liderada por Croft, a equipe surpreendeu e conseguiu uma classificação tranquila para a grande final. VitinXP, MVP da Série B, vem sendo o grande destaque da competição pelo time, com 94 abates.

Sendo um exemplo claro do alto nível do Free Fire nacional, a TCS tem todos os ingredientes necessários para surpreender ainda mais e, quem sabe, levantar o troféu de campeão.

Formam a equipe da Team Coda Solid:

  • “Maroto”;
  • “Pec”;
  • “VitinXP”;
  • “Ney”;
  • “Pão7”
  • “Qualy”;
  • “Croft” (técnica)

Meta Gaming

Meta Gaming
Meta Gaming
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Sempre de mansinho, a Meta Gaming é uma equipe que nunca ganha o devido destaque no cenário. Ainda assim, o time da organização paraguaia vem de bons resultados na LBFF 4 e surpreendeu na atual temporada. A contratação de Yan7 e Draxx surtiu efeito, que foi notado diretamente no belo desempenho da equipe, principalmente na metade final da fase de grupos.

Liderada por Lost21, a equipe chega na final querendo provar seu valor e, se conseguir repetir algumas boas atuações, pode dar trabalho.

A equipe da Meta Gaming é formada por:

  • “Nickolas”;
  • “Lost21”;
  • “Guimons”;
  • “Caue”;
  • “DRAXX7”;
  • “YAN7”;
  • “Nabozny” (técnico)

LOUD

LOUD
LOUD
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

A organização de esports com mais seguidores mundialmente no Instagram não poderia ficar de fora da final da LBFF. A equipe é sempre uma das favoritas aos títulos que disputa. Atual vice-campeã nacional - e mundial - a LOUD não teve um desempenho consistente durante a fase de grupos e, depois de um início contestável, em que sofreu para se adaptar ao meta, chegou a correr o risco de não se classificar.

Mas é nessa hora que os talentos de Cauan e KROONOS entram em jogo para protagonizar uma recuperação incrível e uma merecida classificação. 

Além disso, a LOUD foi a primeira equipe a superar a barreira dos 1000 abates na história da LBFF. Pelas mãos de Kroonos, a equipe entrou para a história na sétima rodada da LBFF. Agora, é hora de entregar o tão sonhado título para sua fanática torcida.

Formam a equipe da LOUD:

  • William “WILL” Moura;
  • Vinícius “ViniZx” Oliveira;
  • Willian “Noda” de Oliveira
  • Pedro “Brabox” Assunção;
  • Ariano “KROONOS” Ferreira;
  • Cauan “Cauan7” Santos da Silva;
  • “Frois” (técnico)

Nitroxx Top10

Nitroxxx Top10
Nitroxxx Top10
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Outra novata da Série A, a NT10 veio de uma grande campanha durante o split passado na Série B. Assim como a TCS, chegou gerando dúvidas na comunidade, que não parecia ter noção exata da grande capacidade de ambas as equipes. 

Liderada por Victor7, a equipe trilhou um bom caminho durante a fase de grupos, onde apresentou excelentes desempenhos e vem conquistando cada vez mais a simpatia do público. Com um clima bom e uma equipe confiante, eles chegam na final querendo mostrar toda sua capacidade para surpreender novamente.

A equipe da Nitroxx Top10 é formada pelos jogadores:

  • “Chinês”;
  • “Bonzai22”;
  • “JHZZ”; 
  • “SPIL”;
  • “Romeu”;
  • “VICTOR7”;
  • “CAPGUI” (técnico)

FURIA

FURIA
FURIA
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Uma das organizações mais clássicas nos esports, presente em diversas modalidades e que brilha por onde passa, também tem uma bela história no Free Fire. Enquanto na quarta temporada foram considerados um dos grandes favoritos ao título, a equipe conhecida por toda sua agressividade sofreu um pouco para se classificar no split atual. 

Novamente liderada por Memgod, velho conhecido da torcida, os Panteras chegam para a disputa do título querendo mostrar todo seu potencial. Tanto talento pode trazer bons resultados na disputa pelo título, o que surpreenderia depois de uma campanha irregular.

Formam a talentosa equipe da FURIA:

  • João Pedro “Memgod” Rodrigues Matayoshi;
  • Gabriel “BIELGOD7” Farias;
  • Gustavo “One9!” Pastrello;
  • “Field11”;
  • “Bolin7”
  • “ALTMAN” (técnico)

Los Grandes

Los Grandes
Los Grandes
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

Depois de ser rebaixada para a Série B na LBFF 3 e sofrer para garantir o acesso de volta à elite, a Los Grandes teve um desempenho avassalador no início da quinta temporada. Mas, conforme o meta foi evoluindo e as demais equipes se adaptaram ao novo estilo de jogo, a equipe sofreu com uma queda notável de desempenho. 

Graças aos pontos conseguidos nas primeiras semanas, a equipe liderada por Mamute conseguiu uma classificação sem muitos sustos, mas precisará provar seu valor na grande final.

Formam a Onda Laranja:

  • Carlos “RAFAX” Rafael;
  • Cristiano “MAMUTE” da Silva;
  • Gabriel “BIRI” Duarte;
  • “BIEL”;
  • “DUZZ”
  • “GUZ”;
  • “CAUAN” (técnico)

Netshoes Miners

Netshoe Miners
Netshoe Miners
Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar / Divulgação/Garena

A equipe que defendeu a camisa do Cruzeiro na quarta temporada chegou para o split carregada de expectativas. Porém, a equipe demorou a se encontrar na competição e precisou de um pequeno milagre na última queda da última rodada para garantir a vaga. 

Superando Santos e INTZ, os Miners chegam para a grande final com ressalvas, mas querem dar trabalho para os grandes.

O ex-elenco do Cruzeiro, que hoje forma a Netshoes Miners, é formado por:

  • “Natividade”;
  • “OTREMBB”;
  • “VITIN”;
  • “Cebolinha”;
  • “IGZINN”;
  • “DogBlack” (técnico)

Onde e quando assistir

A grande final da LBFF 5 acontece no próximo sábado, dia 24 de julho, às 13h (horário de Brasília). Haverá transmissão ao vivo no canal oficial do Free Fire  no YouTube e na Booyah!, plataforma de streaming da Garena.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade