PUBLICIDADE

F1 23 é pacote robusto para fãs da categoria

Jogo chega em 16 de junho com melhorias na jogabilidade, retorno do Ponto de Frenagem e outras novidades

13 jun 2023 - 12h00
(atualizado às 14h27)
Compartilhar
Exibir comentários
F1 23 chega em junho para PC e consoles PlayStation e Xbox
F1 23 chega em junho para PC e consoles PlayStation e Xbox
Foto: Reprodução / EA

Em 2022, as novas regras da Fórmula 1 deram trabalho para a Codemasters: a atualização do regulamento foi responsável pelo maior número de mudanças da última década na categoria e buscaram tornar as corridas mais competitivas. Todas essas mudanças foram refletidas em F1 22, deixando claro que a desenvolvedora tem a franquia nas mãos. 

Quer conhecer outros jogadores, saber das últimas novidades dos games e ter acesso a brindes e campeonatos? Participe do nosso Discord!

Agora, F1 23 eleva ainda mais a qualidade do pacote ao implementar novas tecnologias e trazer novidades mais pontuais, além da segunda temporada do excelente Ponto de Frenagem.

Volta a volta

A jogabilidade da franquia sempre foi um de seus pontos altos, e está melhor do que nunca em F1 23. Em um primeiro momento, ela pode parecer semelhante demais ao jogo anterior - com exceção da interface que passou por várias melhorias e está mais limpa e semelhante às transmissões oficiais na TV -, mas basta algumas poucas voltas para perceber como as atualizações na pilotagem e na física tornaram os carros ainda melhores de "sentir" durante as provas. 

O comportamento dos Fórmula 1 parece um pouco mais próximo do real e não é difícil notar que elementos como conservação dos pneus e refinamento nas configurações dos carros influenciam mais em cada etapa do calendário. Falando em configurações, algumas coisas mudaram: as possibilidades estão maiores e mais flexíveis e devem alimentar os estudos dos jogadores mais dedicados, que buscam quebrar recordes. 

São elementos que podem assustar jogadores que pensam em se aventurar pelas pistas digitais da modalidade pela primeira vez. Mas não há motivo para preocupação: a franquia mantém sua receptividade para com os novatos, possibilitando vários níveis de dificuldade, inclusive uma que evolui de acordo com o desempenho do jogador, e oferecendo configurações pré-estabelecidas que garantem bons resultados iniciais após uma rápida adaptação.

Outra novidade - na verdade, um retorno - importante são as bandeiras vermelhas. Elas vêm se tornando cada vez mais presentes nas corridas de Fórmula 1 - e muitas vezes desastrosas, como no Grande Prêmio da Austrália deste ano - e conferem uma camada de imprevisibilidade divertida ao jogo. Durante as paralisações ocasionadas por elas, é possível mudar a estratégia de corrida, fazer diferentes ajustes no carro para tentar uma reviravolta e, principalmente, se aproximar de um adversário distante após as sempre tensas relargadas.

Ponto de Frenagem e F1 World

Esses são os elementos mais sentidos dentro das pistas, mas também há muito o que se fazer fora delas em F1 23. A segunda temporada do Ponto de Frenagem, modo história que fez sucesso em 2021 e muita falta em 2022, traz uma narrativa divertida pelos bastidores glamourosos e ácidos da F1. Nele, o jogador assume novamente o volante de Aiden Jackson, um piloto que não está passando pela melhor estreia na categoria principal e precisa lidar com muitas adversidades, dentro e fora das pistas.

Com ele, é necessário cumprir desafios, dar coletivas de imprensa que influenciam o relacionamento com os colegas e a trama e ajudar no desenvolvimento do carro em busca de resultados. Além disso, o jogador também é responsável por tomar algumas decisões administrativas no papel do chefe da equipe, dono de um jogo de cintura invejável frente a tantas dores de cabeça.

Ponto de Frenagem é inspirado Dirigir para Viver, série documental da Netflix. Cheio de entrevistas e reviravoltas, o modo explora a rivalidade do protagonista com seu colega de equipe sem escrúpulos - e filho do dono - e também traz novos personagens, como Callie Mayer, a primeira mulher a vencer a F2 na história fictícia e que busca sua ascensão.

Além do Modo História, o Modo Carreira e o Minha Equipe estão de volta, mas não trazem tantas novidades. Estas ficam por conta do F1 World, responsável por renovar os ânimos dos jogadores de longa data com novos recursos solo e multijogador, muito conteúdo e um sistema de progressão que, ao menos à primeira vista, parece bastante recompensador. 

À medida que progride, o jogador aumenta o nível de desenvolvimento do seu carro e recebe melhorias, desde novas peças até integrantes da equipe, que o permitem disputar eventos cada vez mais difíceis e explorar sua competitividade. No entanto, o F1 World também é uma das formas que a EA encontrou de monetizar o jogo, o que levanta algumas preocupações já recorrentes. 

Por fim, os gráficos e a trilha sonora, agora com apelo mais eletrônico, mantêm a excelente qualidade das entradas anteriores. Vale destacar que o jogo está completamente dublado e legendado em português.

Considerações

Análise: F1 23 - Nota: 9
Análise: F1 23 - Nota: 9
Foto: Reprodução / EA

F1 23 é uma excelente evolução do jogo de 2022 e se torna a melhor experiência Fórmula 1 no mundo dos jogos. É uma entrada com muito conteúdo, excelentes opções online e aprimoramentos pontuais que elevam a experiência geral. O retorno do Ponto de Frenagem é um dos pontos altos, enquanto o F1 World deve ser o responsável por manter os jogadores nas pistas por muito mais tempo. 

Ainda sim, é um jogo para fãs e entusiastas da categoria - algo que está longe de ser um problema. 

F1 23 chega em 16 de junho para PC e consoles PlayStation e Xbox.

Esta análise foi feita com uma cópia gentilmente cedida pela EA.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade