3 eventos ao vivo

Vasco ameaça não jogar mais no Maracanã

Clube não está satisfeito com a notícia de que Flamengo e Fluminense vão gerir o estádio nos próximos seis meses

9 abr 2019
18h34
atualizado às 18h43
  • separator
  • 0
  • comentários

O Vasco não está digerindo bem a notícia de que o estádio do Maracanã será gerido por seus rivais Flamengo e Fluminense pelos próximos seis meses.

O governo do Estado do Rio de Janeiro aceitou na semana passada a proposta oferecida pela dupla Fla-Flu, para administrar o estádio provisoriamente, até que seja escolhido um novo gestor após o rompimento do Contrato com o consórcio Maracanã. A gestão provisória será por um período de 180 dias, prorrogáveis por mais 180.

Tiago Reis marca gol durante Vasco x Flamengo, partida válida pela final da Taça Rio (Campeonato Carioca), realizada no estádio Maracanã, localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ, neste domingo (31).
Tiago Reis marca gol durante Vasco x Flamengo, partida válida pela final da Taça Rio (Campeonato Carioca), realizada no estádio Maracanã, localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ, neste domingo (31).
Foto: NAYRA HALM/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

"Eu acho que é indevida essa colocação de dar ao Flamengo e ao Fluminense a gestão do Maracanã. O Maracanã é um aparelho do povo, foi construído com custo superior a R$ 1 bilhão e deveria ser colocado em benefício do futebol e atendendo a todos os clubes do Rio de Janeiro, e não apenas um ou dois. Achamos muito estranha a maneira como se deu essa cessão de direitos e vamos contestar isso na Justiça", protestou o presidente do Vasco, Alexandre Campello, nesta terça-feira.

Em meio à disputa das finais do Campeonato Carioca 2019, com jogos programados para os próximos dois domingos, Campello confirmou quer o Vasco mandando sua partida no Engenhão.

"O Vasco indicou o Nílton Santos como seu campo, uma vez que o mando da primeira partida de decisão é do Vasco. Eu entendo que é uma questão burocrática, pois tanto Maracanã quanto Nílton Santos estão habilitados para ser o palco da final. Então, não vejo qualquer impedimento para o jogo ser lá," decretou o dirigente.

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade