0

Juiz do US Open pune francesa por tirar a blusa em quadra

Decisão gerou polêmica já que, no tênis masculino, atletas podem ficar sem camisa

30 ago 2018
12h48
atualizado às 17h46
  • separator
  • 0
  • comentários

A francesa Alizé Cornet, que está disputando atualmente o US Open, nos Estados Unidos, levou nesta quarta-feira (29) uma advertência por ter tirado sua camiseta dentro de quadra, durante a partida contra a sueca Johanna Larsson, em mais um caso polêmico envolvendo atletas mulheres no torneio.

Alizé Cornet foi punida por trocar de blusa em quadra
Alizé Cornet foi punida por trocar de blusa em quadra
Foto: Jean-Yves Ahern - USA Today Sports / Reuters

A punição por "conduta antidesportiva" da atual número 31 no ranking mundial polemizou e desencadeou diversas críticas nas redes sociais ao regulamento do esporte, que foi acusado de ser preconceituoso.

Ouça agora o podcast Terra Futebol:

Tudo começou durante uma pausa de 10 minutos no confronto, por conta do forte calor que está fazendo em Nova York. Cornet voltou do vestiário com a camiseta ao contrário, e ao perceber isso, rapidamente a tenista tirou a blusa no fundo da quadra e, poucos segundos depois, colocou-a do lado correto.

Ao perceber a ação, o juiz do jogo chamou a atenção da francesa por ter violado o código de conduta da Associação de Tênis Feminino (WTA, na sigla em inglês), podendo até ser punida com multa.

De acordo com o regulamento da WTA, as tenistas devem se trocar apenas em lugares privados, fora da quadra, ou durante um atendimento médico. A regra é muito diferente para os homens, já que eles podem trocar de roupa durante a partida ou esperar o início de um set sem usar camiseta.

No Twitter, a mãe do tenista britânico Andy Murray, Judy, ficou indignada com a advertência que Cornet levou.

"Alizé Cornet voltou do intervalo de 10 minutos. Percebeu que sua camisa estava virada. Arrumou. Uma violação do código. Conduta antidesportiva ... Mas os homens podem trocar camisa na quadra", escreveu.

Já o ex-tenista australiano Casey Dellacqua afirmou que a punição foi "ridícula". Outra que criticou a decisão foi a norte-americana Bethanie Mattek-Sands, que achou "fraca" a maneira de se posicionar.

Após as críticas recebidas, a organização do US Open emitiu um comunicado "lamentando" o ocorrido e pedindo desculpas.

Além da advertência, Cornet perdeu a partida contra Larsson, por dois sets a um, válido pela primeira rodada da competição.

Caso Serena Williams

A tenista Serena Williams também foi centro de uma polêmica no torneio. O macacão usado pela norte-americana em Roland Garros foi proibido pela Federação Francesa de Tênis, pois o traje é muito colado ao corpo da atleta.

O uniforme, inspirado no filme Pantera Negra, foi feito para ajudar Williams com os coágulos de sangue, um problema que a tenista enfrenta nos últimos anos e se intensificou após ter tido sua filha, Alexis Olympia.

O macacão não agradou ao presidente da entidade, Bernard Giudicelli, que prometeu ser mais rigoroso com o código de vestimenta das atletas na edição de 2019 da competição.

Veja também:

 

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade