PUBLICIDADE

Jogadores

"Longe" de Federer, Del Potro ainda não se vê como número 1

20 dez 2009 - 19h09
(atualizado às 22h40)
Compartilhar

Subindo um degrau a cada temporada, Juan Martín del Potro alcançou o top dez do ranking de entradas de forma inédita em 2008 e ganhou seu primeiro Grand Slam em 2009. Para o ano que vem, a escalada do quinto melhor do mundo não deve passar pela liderança da lista, segundo suas próprias palavras.

"Ainda estou um pouco longe do nível de jogo de Roger (Federer)", opinou Del Potro, em referência ao primeiro colocado da ATP. "Ainda me falta aperfeiçoar mais os golpes, o saque, e ter um pouco mais de experiência. Mesmo assim agradeço quando me mencionam como um provável número um".

Atualmente, a diferença entre os finalistas do último Aberto dos Estados Unidos é de 3.765 pontos e pode cair em janeiro, quando o suíço defenderá 1.290 tentos enquanto o argentino, 610. No mês, ambos jogarão o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada.

Del Potro, 21 anos, está em Santiago, no Chile, para participar nesta segunda-feira de uma exibição com o local Fernando González. Como lembra o próprio argentino, o jogo servirá de revanche para o encontro do último dia 2, quando em Rosário o tenista da casa venceu por 6/4 e 7/5.

"Desejo ganhar, mas asseguro que o encontro será duro e muito disputado, e agora ele contará com o apoio de todo o seu público", projetou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra