PUBLICIDADE

Surfe

Filipe Toledo luta pelo bicampeonato mundial na Califórnia

Atual campeão mundial e visando o bicampeonato, o surfista Filipe Toledo chega a Trestles como o grande favorito para o WSL Finals

6 set 2023 - 17h53
(atualizado às 17h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Filipe Toledo surfando durante a etapa de Teahupoo, 2023.
Filipe Toledo surfando durante a etapa de Teahupoo, 2023.
Foto: Beatriz Ryder/ World Surf League / Esporte News Mundo

Na próxima sexta-feira, será realizada a primeira chamada para o momento mais aguardado do ano para os fãs de surf: o WSL Finals. O evento, realizado em Trestles, na Califórnia, irá definir os grandes campeões mundiais de surf do ano de 2023. Atual campeão mundial e visando o bicampeonato, o surfista Filipe Toledo chega a Trestles como o grande favorito após mais uma temporada irretocável, liderando o ranking da WSL, precisando vencer apenas 2 baterias para garantir a defesa de seu título mundial.

Durante o ano, Filipinho conseguiu novamente manter a constância que o credenciou ao troféu inédito na temporada passada, garantindo a vaga antecipada para as finais da WSL e, consequentemente, para as Olimpíadas de Paris em 2024. Em 2023, o surfista brasileiro chegou em três finais: Sunset Beach, El Salvador e J-Bay, terminando com o título nas três oportunidades, além de manter um desempenho bastante regular durante as 10 etapas do circuito mundial, se isolando na liderança do ranking.

Agora, a sua situação é bastante parecida com a do ano passado. Filipe já está na final, por ser o grande líder do circuito, e terá que esperar pelas baterias de Jack Robinson, João Chianca, Ethan Ewing e Griffin Colapinto, para saber quem o enfrentará na decisão pelo lugar mais alto do pódio. O retrospecto é bastante favorável para o brasileiro, já que ele mora há alguns anos na região de San Clemente, possuindo um vasto conhecimento das ondas de Trestles e é considerado por muitos um dos melhores surfistas da história do pico. Além disso, todas as edições do WSL Finals até hoje - 2021 e 2022 - foram vencidas por brasileiros, e nas últimas oito edições do circuito mundial de surf, seis campeões são do Brasil. 

- Estou bastante focado e me preparando da melhor forma possível para chegar 100% nas finais. As disputas vão ser duríssimas. São vários atletas de alto nível e que podem surpreender. Seria incrível trazer esse bicampeonato para o Brasil, ainda mais perto da minha família e dos meus amigos. Vou seguir firme, porque ainda tem muito trabalho a ser feito - conta Filipinho.

Filipe Toledo, 28 anos, é um dos principais surfistas do mundo, natural de Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Desde os 16 anos na elite do surfe mundial, Filipinho, como é conhecido, acumula 15 etapas vencidas em 21 finais disputadas em sua carreira. Em 2022, após um ano brilhante, se tornou campeão mundial, entrando para a seleta lista de brasileiros que alcançaram o feito. Além do show que dá surfando, Filipe transcende o surfe fortalecendo a cultura do esporte, apoiando a educação e inspirando as próximas gerações.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade