PUBLICIDADE
AO VIVO
Como brasileiro descobriu manuscrito mais antigo da infância de Jesus
Logo do São Paulo

São Paulo

Favoritar Time

Zubeldía usa Cano de exemplo para dar respaldo ao jovem Juan

Atacante vive momento de pressão após apresentações ruins nos últimos jogos, mas segue com a confiança do técnico argentino

20 mai 2024 - 11h21
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Rubens Chiri e Paulo Pinto/Saopaulofc.net - Legenda: Juan vive momento de pressão no São Paulo / Jogada10

Apesar do bom momento neste começo de trabalho, o técnico Luis Zubeldía tem uma dor de cabeça para resolver. Afinal, o atacante Juan vem sofrendo com a pressão e crítica dos torcedores nos últimos jogos por perder muitos gols. Contudo, isto não desanima o técnico argentino, que usou Germán Cano, atleta do Fluminense, como exemplo.

Zubeldía foi técnico de Cano quando ele ainda era jogador do Lanús. E o jogador do Fluminense viveu na época, algo semelhante com o que vive Juan. Afinal, o jovem do São Paulo vive a pressão de ser um reserva de Calleri, queridinho da torcida. Na argentina, Cano era o substituto de Sand, maior goleador da história do clube.

"É um atacante (Juan), para mim, é o mais centroavante depois do Calleri. É um jogador que permanentemente está dando opções profundas, tratando de marcar um movimento profundo. Depois, sempre digo o que passei com o Cano, no Lanús, onde tinha o Pepe Sand, que foi um goleador na Argentina", disse Zubeldía, que prosseguiu.

"Eles, às vezes, terminam dando os gols que têm de dar, mas que a princípio erram. Passei isso com o Cano. Perguntem a ele como foi o processo. Claro que esperam gols dos atacantes, mas também têm de entender que às vezes isso não é tudo, porque o movimento, o espaço que pode nos dar o atacante, nesse caso o Juan, se ele não faz o gol, pode dar para quem está ao redor", completou.

Juan vê pressão crescer no São Paulo

Revelado em Cotia, Juan costuma ser alvo de críticas dos torcedores, principalmente por, na visão de muitos, perder gols além da conta. Contra o Águia de Marabá, ele foi a rede duas vezes, mas ficou marcado por perder uma oportunidade sem goleiro. Contra o Barcelona-EQU, desperdiçou a melhor chance do Tricolor marcar e sair com a vitória.

Nesta temporada, Juan, mesmo reserva, tem 11 jogos e três gols, dois contra o Águia de Marabá e um contra o Água Santa, ainda sob o comando de Thiago Carpini. Com Zubeldía, ele já foi titular três vezes.

Aliás, Zubeldía tem o costume de não abandonar jogadores, ainda mais garotos promissores que sobem das categorias de base. Assim, a tendência é que Juan siga ganhando oportunidades. O que ele não deve perder neste momento, é a confiança do treinador.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade