1 evento ao vivo

Após cair no ostracismo, Helinho inicia 2020 tentando se reerguer

13 jan 2020
08h03
atualizado às 08h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Helinho começou 2020 com tudo. Autor de dois gols na goleada do São Paulo sobre a Caldense por 6 a 1, neste domingo, em jogo-treino realizado em Cotia, o jovem revelado pelas categorias de base do Tricolor parece determinado a agarrar as oportunidades dadas pelo técnico Fernando Diniz neste início de ano.

Promovido ao profissional em 2018, Helinho chegou no CT da Barra Funda como uma grande promessa. Durante toda a sua trajetória nas categorias de base do clube, o atacante era considerado uma verdadeira joia a ser lapidada e, logo em sua estreia no time profissional, mostrou o porquê de contar com esse importante status.

A estreia de Helinho aconteceu na 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Acionado no intervalo na vaga de Anderson Martins, o atacante precisou de cinco minutos para estufar as redes com um lindo chute de longa distância. Com o sucesso tão precoce, ele rapidamente gerou expectativas ainda maiores por parte da torcida, mas acabou não conseguindo responder à altura.

Em 2019, Helinho viu jogadores que chegaram ao profissional depois terem mais sucesso no time profissional. Antony e Igor Gomes, por exemplo, conquistaram a titularidade com tão pouca idade, enquanto ele seguia lutando por um lugar no time. Sem conseguir entregar o esperado, o atacante passou a ter o banco de reservas como uma realidade praticamente imutável. Por isso, com a chegada de Fernando Diniz e uma nova temporada se iniciando, o jovem quer recuperar o futebol que um dia o fez despontar como grande promessa.

Pelo menos por enquanto, Helinho se coloca em boa posição para, quem sabe, pintar como titular na estreia oficial do São Paulo em 2020. No próximo dia 22 de janeiro, a equipe de Fernando Diniz recebe o Água Santa, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi. Sem Antony, Igor Gomes e Walce, que disputarão o Torneio Pré-Olímpico na Colômbia com a Seleção Brasileira, ele pode ser a alternativa para a ponta direita.

Neste domingo, Fernando Diniz optou por testar Helinho justamente nessa posição, substituindo Antony, e sua escolha se provou correta. O jovem balançou as redes duas vezes e foi um dos principais destaques do jogo-treino contra a Caldense, que perdeu por 6 a 1 em Cotia. Hernanes, por sua vez, substituiu Igor Gomes como meia-armador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade