0

Jesualdo fala sobre características do Santos e projeta mudanças

8 jan 2020
13h13
atualizado às 13h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Jesualdo pretende fazer mudanças no sistema defensivo do Santos (Foto: Reprodução/Santos)

Na tarde desta quarta-feira, Jesualdo Ferreira foi apresentado oficialmente como treinador do Santos. Logo na sua primeira entrevista coletiva, o comandante português demonstrou conhecer muito bem o elenco do Peixe, que, segundo ele, tem problemas no sistema defensivo.

"Santos se esforçava em campo pela atitude ofensiva clara. Equipe com jogadores rápidos e com mais ou menos envergadura. Talento e competência. Meio-campo resistente, adulto, e defesa que cuidava pouco porque perspectiva era atacar. Me agrada, gosto, mas também é verdade que não podemos ver um lado. Mas também é verdade que tem de existir um equilíbrio. São jogadores que me agradam e que me motivam para trabalhar de acordo com o meu modelo", analisou.

Comparando o calendário europeu com o brasileiro, o novo técnico do Santos não escondeu sua insatisfação.

"Vamos trabalhar em conjunto para melhorar o que estava muito bom. Só que não há tempo. É difícil. Duas semanas para depois jogos em três ou quatro dias. Treinar como? Alterar? Influenciar, explicar de novo? É com essa dificuldade que trabalharei. Temos quatro semanas e competição oficial começa e não para mais. Esse processo é diferente porque valorização é diferente do Brasil. O posicionamento das competições é diferente. Não digo se é melhor ou pior, mas é assim. É necessário se adaptar", completou.

Por fim, Jesualdo explicou quais os planos para os jogadores das categorias de base do Santos.

"É necessário valorizar a marca do Santos. Estamos falando de mercado agressivo e muito competitivo. Espero que ninguém mais fuja, seria complicado (risos). Essa é a atividade que o Santos desenvolve ao longo dos anos. Todos precisam perceber que quando se treina, se procura, se trabalha, e quando há o produto, é necessário valorizar um investimento rentável. É minha ideia. Todos precisam pensar igual", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade