PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Bustos se revolta com gol anulado e diz que Santos merecia vencer o Ceará

21 mai 2022 22h02
ver comentários
Publicidade

O Santos ficou no empate de 0 a 0 com o Ceará na noite deste sábado, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Barueri. O resultado não agradou nada o técnico Fabián Bustos, que deixou o gramado revoltado com a arbitragem de Savio Pereira Sampaio.

Na visão do treinador, o árbitro errou ao anular um gol de Baptistão após consular o VAR e entender que Jhojan Julio cometeu uma falta na origem da jogada.

"Creio que merecemos ganhar, fomos superiores, criamos as situações mais claras, mas faltou tranquilidade. Faltou o passe para o gol no primeiro tempo. Criamos situações. No segundo tempo, criamos o gol incrivelmente legítimo. Não entendo quando o VAR chama quando o árbitro que estava a dois metros da jogada e disse para seguir. O VAR não tem que interferir. Ele manda seguir e anulam o gol de maneira incrivelmente mal anulado. Não há por que anular", disse.

"Contra o São Paulo, era um lateral nosso e terminou com o pênalti e gol. Não entendo porque o VAR chama o árbitro nessa jogada, quando vê que ele mandou o jogo seguir na transição. O Ceará não tem culpa, é fruto do trabalho. Com um jogador a menos, eles fizeram a coisa certa. Nos faltou tranquilidade. Dava para ganhar. Temos que melhorar. Faltou tato e melhores triangulações para fazermos o gol", completou.

O argentino ainda destacou que o lance acabou afetando o rendimento dos jogadores dentro de campo. A polêmica ocorreu justamente em um momento em que os donos da casa encurralavam os rivais.

"Obviamente que isso afeta mentalmente. Abaixa um pouco a concentração, a intensidade e a parte emocional. O jogador pode ter capacidade física 10, capacidade técnica 10, mas se estiver mentalmente mais ou menos, não vai render igual. Essa jogada acabou nos afetando", analisou.

Apesar da frustação com o resultado, Bustos fez questão de enaltecer a torcida do Santos. Quase 26 mil pessoas estiveram presentes na Arena Barueri para acompanhar o embate.

"A torcida foi espetacular. Torceu e vibrou o tempo todo. Aplausos à torcida porque foi o mais bonito da noite. Foi espetacular como eles se comportaram. Para mim, que não sou brasileiro e sempre quis estar aqui, é uma festa linda. O Santos não é apenas o Santos da Vila Belmiro. Óbvio que é nossa casa, mas tem muitos torcedores em São Paulo. A gente se programou para jogar aqui", comentou.

Com o resultado, o Alvinegro Praiano subiu, momentaneamente, para a quarta colocação, com 11 pontos, dois a menos que o líder Corinthians, que encara o São Paulo neste domingo, na Neo Química Arena.

Agora, o Santos volta as suas atenções para a Sul-Americana. Nesta terça-feira, às 19h15 (de Brasília), a equipe recebe o Banfield-ARG na Vila Belmiro precisando apenas vencer para avançar de fase.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade