0

Pelé corintiano e 5 jogadores que atuaram por Timão e Santos

Grandes craques como Gilmar dos Santos Neves e Sócrates defenderam os dois alvinegros durante a carreira

25 out 2019
19h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Amigos de infância em Bauru garantem que o Rei Pelé era corintiano. O máximo que ele admitiu é que tinha um jogo de botão do Corinthians. O fato é que o Timão foi a vítima preferida do melhor de todos os tempos, que fez 50 gols no rival. Para desgosto da Fiel, Pelé só mandou a bola na rede mesmo pelo Timão com seu jogo de botão. Só que outros craques tiveram a honra de vestir as duas camisas. Confira!

Amigos de infância entregaram que Pelé já torceu pelo Corinthians; Rei nunca admitiu
Amigos de infância entregaram que Pelé já torceu pelo Corinthians; Rei nunca admitiu
Foto: MICHAEL PROBST/ASSOCIATED PRESS / Estadão Conteúdo

Sócrates – O Doutor da bola fez história no Corinthians, onde jogou de 78 a 84, e conquistou três títulos paulistas em 79, 82 e 83, além de ter sido um dos líderes da Democracia Corinthiana. O Magrão nunca escondeu que era santista quando criança, mas deixou claro depois que era impossível não virar corintiano tendo atuado pelo clube. De qualquer maneira, o craque matou a vontade de jogar pelo Peixe, em 88.

Gylmar dos Santos Neves – O goleiro bicampeão mundial em 58/62 fez história tanto no Corinthians como no Santos. Ele atuou pelo Timão de 51 a 61 e depois fez parte do esquadrão santista de 62 até 69. É considerado o melhor goleiro da história dos dois times alvinegros.

Serginho Chulapa – O atacante fez história no São Paulo, mas foi no Santos que encontrou mais identificação, onde teve quatro passagens. É o terceiro maior artilheiro do clube pós era Pelé. Serginho também passou pelo Corinthians, em 85, mas marcou apenas 6 gols em 17 jogos. Do Timão voltou para o Peixe dizendo que tinha passado férias no Parque São Jorge.

Viola – Depois de aparecer para o futebol fazendo o gol do título do Corinthians contra o Guarani, em 88, Viola ainda conquistaria outro título paulista e a Copa do Brasil, em 95. Três anos depois, em 98 depois de passar por Valencia e Palmeiras, o atacante foi contratado pelo Santos. No Peixe, Viola foi o artilheiro do Brasileirão e conquistou a Copa Conmebol, que hoje pode ser comparada com a Copa Sul-Americana. Em 2001, teve outra passagem pelo time santista sem repetir o mesmo sucesso.

Rincón – O jogador colombiano chegou ao Corinthians em 97 e participou das principais conquistas da equipe no período como o bicampeonato brasileiro de 98/99 e o Mundial de 2000. O capitão do Timão deixou o clube depois do título e revoltou parte da torcida ao ir para o Santos. No Peixe, no entanto, não obteve sucesso e permaneceu na Vila apenas por um ano.

Acompanhe a Paradinha Esportiva também no Youtube. No episódio abaixo, bastidores da entrevista que o inesquecível Dr. Sócrates deu para o Esporte Espetacular, em 2008.

Veja também:


 

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade