1 evento ao vivo

O dia em que o Timão fez 4 no Fla de Zico, mas não levou

Trinta anos atrás na primeira Copa do Brasil, em 89, o Corinthians de Neto fez 4 gols pra cima do Flamengo e mesmo assim não se classificou

14 mai 2019
20h16
atualizado às 20h17
  • separator
  • 1
  • comentários

Em 1989, Corinthians e Flamengo se encontraram nas quartas de final da Copa do Brasil e o favoritismo era todo rubro-negro. No banco estava Telê Santana. Em campo, Zico com 36 anos e Júnior com 35 ainda jogavam muita bola e tinham a companhia de Leandro, Leonardo e Zinho. Parecia uma barbada, mas o Timão tinha Neto, recém-contratado junto ao Palmeiras, e ele só não fez chover em um Pacaembu lotado com 36 mil torcedores.

Neto comemora um dos gols na vitória contra o Flamengo
Neto comemora um dos gols na vitória contra o Flamengo
Foto: Gazeta Press

No jogo de ida, no Maracanã, o Flamengo havia vencido por 2 x 0 com gols de Zico e Nando, o que obrigava o Timão a vencer por três gols de diferença para ficar com a vaga. Ainda no primeiro tempo, Neto fez um gol olímpico em Cantarelli e enlouqueceu a Fiel. Só que o 10 do Flamengo era Zico. Ele aproveitou o cruzamento de Leonardo para deixar tudo igual de cabeça.

Com o gol marcado fora de casa, o Mengo só perderia a vaga se tomasse três gols no segundo tempo. E não é que o milagre corintiano aconteceu? Giba marcou, aos 24. Três minutos depois, Eduardo fez o terceiro. Atordoado, o time carioca viu Neto ampliar, aos 40 do segundo tempo. Incríveis 4 x 1 para o Timão.

Só que a festa pela classificação durou míseros dois minutos. Júnior aproveitou uma bobeada da defesa corintiana para fazer o segundo gol, que garantiu a passagem do Flamengo para a semifinal. Para os corintianos, foi uma prévia do que Neto faria no ano seguinte, quando carregou o Timão nas costas rumo ao primeiro título brasileiro.

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade