0

Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos goleiam Flamengo

Paulistas seguem unidos pela saúde e dizem o óbvio ululante: futebol não pode se antecipar ao controle da pandemia

26 mai 2020
19h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A irrepreensível carta aberta do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, dizendo que não há outra discussão possível quando se tem mais de 23 mil mortes no país traz um alívio. E esse sentimento só aumenta quando os clubes rivais Palmeiras, São Paulo e Santos assinam embaixo, durante uma reunião, o que Andrés escreveu.

Andrés Sanchez reafirmou que é contra a retomada do futebol neste momento
Andrés Sanchez reafirmou que é contra a retomada do futebol neste momento
Foto: RD1

Basta ver todos os cuidados que a Alemanha tomou para que a quarentena fosse relaxada e o futebol voltasse a ser disputado dentro de um contexto geral. Os apuros financeiros que os clubes estão passando não podem ser colocados na frente de uma pandemia mundial, que tem agora o Brasil exercendo uma triste liderança.

É muito triste perceber que o presidente do Flamengo em nenhum trecho falou em saúde, quando tentou explicar o encontro com Bolsonaro. A postura dele de apressar a volta do futebol em um momento como esse ofende milhões de torcedores do rubro-negro.

O Flamengo é muito maior do que qualquer dirigente, mas ficou muito pequeno durante essa pandemia do coronavírus, na comparação com os times paulistas ou mesmo com o Botafogo e com o Fluminense.

Veja também:

Editor do L! analisa duelo quente nos bastidores antes da decisão da Taça Rio
Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade