PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Palmeiras foca no Brasileirão após obter vagas na Copa do Brasil e Libertadores

Comandados de Abel Ferreira precisam reagir no torneio nacional para se manter na luta pelo título inédito para a comissão técnica portuguesa

12 mai 2022 08h10
| atualizado às 08h10
ver comentários
Publicidade

Classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil e da Copa Libertadores, o Palmeiras vai concentrar suas atenções nos próximos dias na disputa do Campeonato Brasileiro, competição na qual é apenas o 13º colocado, após cinco rodadas disputadas.

O time do técnico Abel Ferreira soma apenas seis pontos, a metade do líder Corinthians. O próximo compromisso da equipe de Palestra Itália vai ser no sábado, às 16h30, no Allianz Parque, diante do Red Bull Bragantino, pela sexta rodada.

Para esta partida, Abel Ferreira deverá colocar em campo o que tem de melhor à sua disposição, afinal na semana que vem o primeiro compromisso será contra o Emelec, de novo em casa, pela Libertadores, um jogo que servirá apenas para cumprir tabela para o time palmeirense, líder do Grupo A, com 12 pontos, após quatro vitórias, em quatro rodadas.

Depois do Bragantino, o Palmeiras atua pelo Campeonato Brasileiro frente ao Juventude, em Caxias do Sul, no dia 21, e o clássico, dia 29, na Vila Belmiro, contra o Santos. O time alviverde, inclusive, pede o adiamento do clássico com o time da Baixada, dadas as convocações de Weverton e Danilo para a seleção brasileira.

Após a classificação na Copa do Brasil, Abel Ferreira voltou a fazer um apelo à CBF para que na próxima temporada o calendário respeite as pausas para Datas Fifa. O treinador entende que será prejudicado com a ausência de importantes titulares e pode se ver em situação complicada para reagir no Brasileirão.

"No futuro, independentemente se o selecionador convocar do Brasil um, dois, três jogadores ou nenhum, que haja paralisações quando for convocada a seleção. É o único pedido que faço. Do resto, estou aqui para ajudar no que for preciso", declarou o técnico português.

Estadão
Publicidade
Publicidade