0

Retrospectiva

Ofensas, acusações e desabafos: 50 frases de 2014 no esporte

Montagem / Futura Press / AgNews / Getty images / Arte Terra
17 dez 2014
08h44
atualizado às 09h15
  • separator
  • comentários

O ano de 2014 foi um prato cheio para quem é chegado em uma polêmica. Com grandes eventos, era natural esperar que muitos atletas extrapolassem em algumas declarações e acabassem marcando a temporada. Copa do Mundo, eleições presidenciais, casos de racismo e a disputa do Campeonato Brasileiro proporcionaram declarações que demorarão algum tempo para serem esquecidas. Para relembrar, confira, abaixo, as 50 frases mais marcantes do mundo esportivo em 2014.

"É o maior mandante da história do mundo"
Alexandre Kalil, presidente do Atlético-MG

Recheado de polêmicas, a final da Copa do Brasil entre Atlético-MG e Cruzeiro teve como capítulo inicial a "briga" pelos ingressos dos visitantes e onde o clube alvinegro mandaria sua partida. Sem pestanejar, Alexandre Kalil optou por jogar no Independência e mostrou ter acertado na decisão. O jogo de ida acabou com vitória dos atleticanos por 2 a 0 e o mandatário comemorou. "Eles estão com o maior mandante da história do mundo. Achar que ia levar um jogo desses para o Mineirão é achar que esse presidente é retardado". ( Veja mais neste link )

Foto: Bruno Cantini/Atlético Mineiro / Divulgação

(Foto: Divulgação)

"Ayrton Senna só vai ter um, Pelé só vai ter um e Anderson Silva só vai ter um"
Anderson Silva, lutador de MMA

Com seu retorno definido ao UFC, Anderson Silva negou os boatos de que teria a meta de reconquistar o cinturão da categoria. Em entrevista à TV Globo, em setembro desde ano, o lutador disse que não teria mais paciência para encarar a maratona de combates em busca do título e se comparou a dois ídolos brasileiros. "Eu já passei por aquela coisa de ser o campeão, de ter o cinturão e tal. A verdade é que Ayrton Senna só vai ter um, Pelé só vai ter um e Anderson Silva só vai ter um, então. Eu não tenho mais paciência para isso". ( Veja mais neste link )

Anderson Silva admitiu erro contra Weidman
Anderson Silva admitiu erro contra Weidman
Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto / Divulgação

(Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/Divulgação)

"Espero que seja cumprida a lei"
Aranha, goleiro do Santos

Vítima de insultos racistas na Arena Grêmio, durante a partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil, Aranha deu diversas declarações sobre o comportamento daqueles torcedores do clube gaúcho. Em uma delas, depois de ouvir Patrícia Moreira, principal acusada, se pronunciar, o goleiro disse que perdoava a garota, mas se manteve firme e pediu que a lei fosse cumprida. ( Veja mais neste link )

Aranha denuncia racismo ao árbitro de Grêmio x Santos
Aranha denuncia racismo ao árbitro de Grêmio x Santos
Foto: Roberto Vinícius/Agência Eleven / Gazeta Press

(Foto: Roberto Vinícius/Agência Eleven/Gazeta Press)

"Respeite o Nordeste!"
Hulk, atacante do Zenit St. Petesburgo

As polêmicas após a eleição para a presidência do Brasil atravessaram o planeta e chegaram à Rússia. O atacante brasileiro e paraibano Hulk se revoltou com as declarações do colunista da Globo News Diogo Mainardi e foi ao Instagram desabafar. " Morando tanto tempo fora do Brasil, o jornalista Diogo Mainard não demonstra conhecimento pela importância do Nordeste ao País e principalmente respeito com a população nordestina. Infelizmente ele demonstra ignorância e arrogância quando crítica o Nordeste. Nossa população tem dificuldades e luta com humildade para melhorar sua condição de vida. As maiores dificuldades foram impostas pelos diversos governos ao longo dos anos. Mainard, respeite o Nordeste!". ( Veja mais neste link )

Foto: Alex Grimm / Getty Images

(Foto: Alex Grimm/Getty Images)

"CBF, você é uma vergonha, vergonha!"
Emerson Sheik, então atacante do Botafogo

O atacante Emerson Sheik se envolveu em grande polêmica durante o jogo entre Botafogo e Bahia, válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele criticou diretamente a CBF ao tomar um cartão amarelo e logo depois um vermelho, mostrados pelo juiz Igor Junio Benevenuto. Após a primeira punição, ele disse: "CBF, essa é para você". Depois, ao ser expulso, disparou: "CBF, você é uma vergonha, vergonha!".  O jogador acabou recebendo seis partidas de gancho pelo STJD.  ( Veja mais neste link )

Emerson se dirige para câmera e diz que a CBF é uma vergonha
Emerson se dirige para câmera e diz que a CBF é uma vergonha
Foto: Buda Mendes / Getty Images

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

"Vai voltar sem um centavo"
Dana White, presidente do UFC

Após passar mal antes da pesagem e não conseguir encarar TJ Dillashaw no UFC 177, o presidente do UFC, Dana White, mostrou revolta com o brasileiro e fez duras críticas ao ex-campeão dos galos. "Barão não vai ganhar dinheiro algum. Não vou pagar a ele por não aparecer para lutar. Não tem desculpa o que ele fez. Ele nos prejudicou. Aquele garotou não ganhou o cheque e vai voltar para casa sem nenhum dinheiro. Vai voltar sem um centavo". ( Veja mais neste link )

Dana White disse que já escolheu novos treinadores do TUF Brasil, mas fez mistério
Dana White disse que já escolheu novos treinadores do TUF Brasil, mas fez mistério
Foto: Alexandre Loureiro/ Inovafoto/ UFC / Divulgação

(Foto: Alexandre Loureiro/Textual/Divulgação)

"É o maior covarde que já existiu"
Wanderlei Silva, ex-lutador de MMA

Wanderlei Silva pode ser considerado um dos lutadores mais polêmicos de 2014. Após ser acusado de fugir de um exame antidoping, o que o tirou da luta contra Chael Sonnen, o brasileiro se revoltou e explodiu contra o UFC e, principalmente, o presidente Dana White. "Esse cara é o maior covarde que já existiu. Nunca subiu em um ringue e usa sua posição para falar grosso, falar mal dos atletas. É um bunda mole que nunca levou um tapa na cara. Antes eu  não podia falar, mas agora eu falo. Se quiser falar comigo cara a cara, sabe onde me encontrar, na Wand Team, semana que vem a partir das 17h". ( Veja mais neste link )

Foto: TUF Brasil 3 / Divulgação

(Foto: Divulgação)

"Desequilibrei e bati minha cara"
Luis Suárez, atacante da seleção do Uruguai

Luis Suárez acabou como o grande vilão da Copa do Mundo disputada no Brasil. Na última partida da fase de grupos, quando o Uruguai precisava vencer a Itália para avançar as oitavas do Mundial, o atacante, em mais um momento de desequilíbrio de sua carreira, mordeu o zagueiro Chiellini. Sem ver, o árbitro nada marcou e a partida seguiu. Depois de analisarem as imagens da televisão, a Fifa puniu Suárez com quatro meses de suspensão. O jogador até tentou se defender, mas a desculpa foi tão ruim quanto o ato praticado. "Desequilibrei e bati minha cara", explicou-se. ( Veja mais neste link )

A Arena das Dunas finalizou sua participação na Copa do Mundo de 2014 no dia 24 de junho, com o jogo entre Itália e Uruguai, um dos mais emocionantes do Mundial até aqui. Durante a partida, o estádio testemunhou uma disputa acirrada, um gol "de costas" do Uruguai e a mordida de Luis Suárez em Chiellini
A Arena das Dunas finalizou sua participação na Copa do Mundo de 2014 no dia 24 de junho, com o jogo entre Itália e Uruguai, um dos mais emocionantes do Mundial até aqui. Durante a partida, o estádio testemunhou uma disputa acirrada, um gol "de costas" do Uruguai e a mordida de Luis Suárez em Chiellini
Foto: Reuters

(Foto: Reuters)

"Eu que mando. Quem não gostar vá para o inferno"
Luiz Felipe Scolari, ex-técnico da Seleção Brasileira

"Eu que mando. Quem não gostar vá para o inferno". Foi assim que Luiz Felipe Scolari respondeu as críticas sobre ter convidado, de surpresa, um grupo de cinco profissionais que participam da cobertura da Copa do Mundo para um papo informal. Felipão declarou que não pode agradar a todos e ironizou o ciúme causado após sua atitude por querer conversar com "seus amigos", como ele mesmo declarou. ( Veja mais neste link )

Técnico Luiz Felipe Scolari durante derrota do Brasil para a Holanda em Brasília. 12/07/2014
Técnico Luiz Felipe Scolari durante derrota do Brasil para a Holanda em Brasília. 12/07/2014
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

"CBF é o Brasil que deu certo"
Carlos Alberto Parreira, ex-coordenador técnico da Seleção Brasileira

Carlos Alberto Parreira não poupou elogios à CBF durante o lançamento da nova sede da entidade, em maio deste ano. O prédio, que fica na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, custou aos cofres da entidade R$ 70 milhões. "A CBF é um exemplo para o Brasil. É o Brasil que deu certo, que dá certo. É muito bem organizada. A diretoria não poupou esforços. A sede vai ser um paradigma para o futebol mundial. Não vi nada igual a isso aqui. O futebol brasileiro merecia". ( Veja mais neste link )

Carlos Alberto Parreira durante coletiva de imprensa no dia seguinte à derrota para a Alemanha
Carlos Alberto Parreira durante coletiva de imprensa no dia seguinte à derrota para a Alemanha
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

"Os hotéis, os voos, tudo era amador"
Kevin Prince Boateng, jogador de Gana

Os últimos momentos da seleção de Gana na Copa do Mundo foram recheados de polêmicas. Três dias após ser eliminado, Kevin Prince Boateng, um dos principais jogadores do país, decidiu abrir o jogo e falar abertamente sobre todos os problemas envolvendo a equipe no Mundial. "Dormimos em um hotel de despejo. Os quartos estavam úmidos. Tive que trocar de quarto, pois parecia uma piscina, de tanta água que pingava do teto. "Os hotéis, os voos, tudo era amador. A associação recebe muito dinheiro dos patrocinadores da Fifa para essas questões. Só quero saber para onde está indo todo esse dinheiro". ( Veja mais neste link )

Principal estrela da seleção de Gana, Kevin-Prince Boateng tem os dois braços cobertos por tatuagens
Principal estrela da seleção de Gana, Kevin-Prince Boateng tem os dois braços cobertos por tatuagens
Foto: Getty Images

"Ano após ano se apequena"
Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, rebateu duramente as críticas feitas pelo palmeirense Paulo Nobre sobre uma suposta falta de ética do time tricolor na negociação para contratar o atacante Alan Kardec. Além de chamar o dirigente alviverde de juvenil e dizer que o "choro é livre", o são-paulino falou em tom de lamentação sobre o "atual tamanho" da equipe palestrina. "Queria dizer que a manifestação do presidente Paulo Nobre chega a ser patética. Demonstra infelizmente o atual tamanho da Sociedade Esportiva Palmeiras, que ano após ano se apequena com manifestações desta natureza". ( Veja mais neste link )

Alan Kardec recebe cumprimentos do presidente Aidar
Alan Kardec recebe cumprimentos do presidente Aidar
Foto: Alan Morici / Terra

(Foto: Alan Morici/Terra)

"A arrogância causa miopia"
Paulo Nobre, presidente do Palmeiras

O Palmeiras rompeu relações com o São Paulo em abril deste ano. A briga começou por conta da negociação frustrada do time alviverde com o atacante Alan Kardec. Sem acordo, o jogador acabou "pulando o muro" e foi parar no rival. Irritado com as declarações do mandatário tricolor, Paulo Nobre disparou. "O presidente do SPFC não tem ideia do tamanho do Palmeiras. Ele, como presidente de uma agremiação que também é muito grande, deveria saber. Infelizmente, a arrogância causa miopia". ( Veja mais neste link )

Paulo Nobre anunciou oficialmente saída de Alan Kardec do Palmeiras
Paulo Nobre anunciou oficialmente saída de Alan Kardec do Palmeiras
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

(Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

"Foi tudo uma grande encenação do Aranha"
Adalberto Preis, vice-presidente do Grêmio

Um dos vice-presidentes do Grêmio se manifestou de maneira veemente sobre os casos de injúria racial que o goleiro Aranha sofreu na Arena em Porto Alegre. Adalberto Preis escreveu em sua conta no Twitter na época que "não houve" ofensas ao jogador do Santos, que encenou o fato para ganhar tempo para o Santos no duelo da última quinta-feira, válido pela Copa do Brasil. "Sabem por que o árbitro não ouviu nem presenciou? Porque não houve. Foi tudo uma grande encenação do goleiro para fazer cera". ( Veja mais neste link )

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA / Divulgação

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

"Acho que tem que baixar o cacete neles"
Ronaldo, ex-jogador de futebol

Então membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo, Ronaldo defendeu o uso da violência para coibir os manifestantes que utilizem a mesma estratégia nos protestos anti-Mundial. "Sobre os vândalos, acho que tem que baixar o cacete neles, tirar da rua", disse Ronaldo, que colocou como "válidos" os protestos pacíficos por melhorias naquele que seria o legado da Copa do Mundo para o Brasil - obras de infraestrutura, principalmente. No entanto, desvinculou essa insatisfação com a torcida contra a Seleção Brasileira. ( Veja mais neste link )

Ex-atacante Ronaldo durante coletiva de imprensa no Rio de Janeiro. 10/10/2013.
Ex-atacante Ronaldo durante coletiva de imprensa no Rio de Janeiro. 10/10/2013.
Foto: Sergio Moraes / Reuters

(Foto: Reuters)

"Vai a pé, descalço, de bicicleta, de jumento, vai de qualquer coisa"
Lula, ex-presidente

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva não poupou bom humor para rebater as críticas em relação ao atraso na construção de metrôs no Brasil no período que antecedeu a realização da Copa do Mundo no País. Ao defender o Mundial, Lula recomendou que os torcedores vão aos estádios assistirem aos jogos de qualquer maneira e citou como opções ir a pé e até mesmo de jumento. "Eu cansei de ir no Morumbi ver jogo do Corinthians contra o São Paulo. Cansei de ver o Santos no Pacaembu com 60 mil pessoas e nunca tivemos problema de ir a pé. Vai a pé, vai descalço, vai de bicicleta, vai de jumento, vai de qualquer coisa. Acham que a gente tá preocupado? Tem que ter metrô que vai até lá dentro do estádio. Que babaquice é essa?", disse Lula. ( Veja mais neste link )

Foto: Alan Morici / Terra

(Foto: Alan Morici/Terra)

"Tem que ir para a Playboy"
Alexandre Mattos, diretor de futebol do Cruzeiro

A bandeirinha Fernanda Colombo Uliana ganhou destaque no futebol brasileiro em maio deste ano, após errar lances cruciais no Campeonato Brasileiro e receber duras críticas dos dirigentes esportivos. O mais pesado saiu da boca de Alexandre Mattos, diretor do Cruzeiro, que se revoltou após a derrota para o rival Atlético-MG. "Só por ela ser bonitinha. É bonitinha tem que ir para a Playboy. Estão tentando promover por ela ser bonitinha", disse. ( Veja mais neste link )

Alexandre Mattos disse que o Atlético-MG conquistou um título secundário
Alexandre Mattos disse que o Atlético-MG conquistou um título secundário
Foto: Cruzeiro / Divulgação

(Foto: Divulgação)

"Os deuses do futebol sabem fazer com que a bola rode no futuro"
Mano Menezes, técnico do Corinthians

Apesar de reconhecer a incompetência do Corinthians no Campeonato Paulista, Mano Menezes não engoliu derrota do São Paulo no Morumbi para o Ituano, que contribuiu para a eliminação do clube de Parque São Jorge no Estadual. Após o tropeço em Penápolis, o treinador deixou no ar a possibilidade de o São Paulo não ter se esforçado para ganhar da equipe do interior. "Os deuses do futebol estão lá em cima e sabem fazer com que a bola rode no futuro". ( Veja mais neste link )

Foto: Tarso Sarraf / AGIF / Gazeta Press

(Foto: Tarso Sarrafa/Agif/GazetaPress)

"É você apostar em um pangaré"
Luis Álvaro, ex-presidente do Santos

Afastado do clube para cuidar de sua saúde, Luis Álvaro voltou a mídia em outubro e gerou polêmica. Durante o lançamento da candidatura de Fernando Silva, o ex-presidente do Santos aproveitou para comentar sobre a atual situação do clube e criticou a contratação de Leandro Damião. "A ideia do fundo maltês era colocá-lo em uma vitrine como o Santos, um dos poucos com prestígio internacional. Mas é você apostar em um pangaré. Não vai ganhar um prêmio nunca". ( Veja mais neste link )

Luís Alvaro esteve presente em lançamento de uniforme do Santos
Luís Alvaro esteve presente em lançamento de uniforme do Santos
Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press

(Foto: Djalma Vassao/GazetaPress)

"Aranha se precipitou. Quanto mais se falar, mais vai ter racismo"
Pelé, ex-jogador

Ao contrário do que muitas pessoas imaginavam, Pelé não defendeu totalmente a atitude do goleiro Aranha no caso de racismo na Arena Grêmio. Para o "rei do futebol", o arqueiro alvinegro deveria ter se exposto menos e se precipitou ao querer levar a situação até as últimas consequências. "O Aranha se precipitou em querer brigar com a torcida. Se eu fosse querer parar o jogo cada vez que me chamassem de macaco ou crioulo, todos os jogos iriam parar. Quanto mais se falar, mais vai ter racismo." ( Veja mais neste link )

Foto: Mário Tama / Getty Images

(Foto: Getty Images)

"Eu não estava sumido, estava na Disney!"
Valdivia, meia do Palmeiras

Negociado pelo Palmeiras com o Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos, Valdivia viveu um momento de indefinições após a Copa do Mundo. Apresentado pelo sheik heikh Mohammed bin Hamad Al Sharqi com a camisa do clube, o chileno ganhou férias e decidiu viajar com a família. Porém, a negociação acabou melando e o meia demorou a se reapresentar ao Brasil. Na época, Brunoro disse que nem o Palmeiras, nem seus pais sabiam do paradeiro do atleta. Quando voltou, Valdivia fez questão de dizer que estava de férias pré-aprovada e sem qualquer vínculo com o Palmeiras. ( Veja mais neste link )

Principal arma do Palmeiras no RJ, Valdívia tenta criar jogada ofensiva no Maracanã
Principal arma do Palmeiras no RJ, Valdívia tenta criar jogada ofensiva no Maracanã
Foto: Wagner Meier / Agência Lance

(Foto: Wagner Meier/Agência Lance)

"Tem jogador que não está preparado para jogar no Corinthians"
Cássio, goleiro do Corinthians

Eliminados pelo Atlético-MG nas quartas de final da Copa do Brasil de forma incrível, os jogadores do Corinthians deixaram o gramado do Mineirão envergonhados. Entre os poucos que se manifestaram ao fim da derrota por 4 a 1, o goleiro Cássio mostrou indignação com os companheiros na época. "Acho que tem gente que não está preparada para jogar no Corinthians", afirmou o atleta, que chegou a ir ao ataque no desespero, aos 49min do segundo tempo. Voltou a passos lentos ao gol e só não foi vazado pela quinta vez porque acabou sendo salvo por Fagner. ( Veja mais neste link )

Foto: Buda Mendes / Getty Images

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

"É sacanagem ou pegadinha"
Romário, ex-jogador de futebol

Romário foi um dos que mais criticaram a Confederação Brasileira de Futebol por escolher Gilmar Rinaldi como diretor/coordenador de Seleções da CBF. Em seu Twitter, o ex-jogador, e hoje senador, atacou diretamente José Maria Marin e Marco Polo del Nero, além de detonar o escolhido. "Galera, só pode ser uma dessas duas coisas: sacanagem ou pegadinha. É inadmissível Gilmar Rinaldi ser escolhido para assumir o cargo de diretor/coordenador de Seleções da CBF. O cara é empresário de vários jogadores. Tive o desprazer de trabalhar com ele no Flamengo, é incompetente e sem personalidade. Só os ratos do Marin e Del Nero para escolherem uma pessoa como essa." ( Veja mais neste link )

"Eu não mudo de lado de acordo com a partida. Minha bandeira sempre foi uma só e todo mundo sabe", afirmou Romário, alfinetando o atual membro do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo
"Eu não mudo de lado de acordo com a partida. Minha bandeira sempre foi uma só e todo mundo sabe", afirmou Romário, alfinetando o atual membro do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo
Foto: Mauro Pimentel / Terra

(Foto: Mauro Pimentel/Terra)

"Tu é igualzinho! Tu é igualzinho"
Dunga, técnico da Seleção Brasileira

Apesar da vitória consolidada por 2 a 0 sobre a Argentina, Dunga se envolveu em uma polêmica já no final da partida. Câmeras flagraram o treinador brasileiro discutindo com os rivais no banco de reservas - nas imagens, ele passa a mão no nariz enquanto ironiza um membro da comissão técnica adversária. "Tu é igualzinho, né? Tu é igualzinho!", gritou Dunga várias vezes, em possível referência ao ídolo argentino e ex-treinador da seleção Diego Maradona já ter sido usuário de cocaína. ( Veja mais neste link )

Dunga mantém 100% de aproveitamento na sua segunda passagem pela Seleção
Dunga mantém 100% de aproveitamento na sua segunda passagem pela Seleção
Foto: Bruno Domingos / Mowa Press / Divulgação

(Foto: Bruno Domingos/Mowa Press)

"Quem sabe a gente não tem um revival, né?"
Andressa Urach, modelo

Andressa Urach aproveitou a Copa do Mundo para aumentar seus "cinco minutos" de fama. Na época apresentadora da RedeTV!, a modelo não titubeou em ir até Campinas para receber a seleção de Portugal e tentar um "reencontro" com Cristiano Ronaldo. Apesar do craque português negar, Urach insiste que eles tiveram um relacionamento de uma noite. Com o corpo pintado e vestindo apenas calças, ela queria chamar atenção do jogador e, quem sabe, ter mais uma oportunidade de conquistar o gajo. "(Ele bate um bolão) sim, muito. É o melhor do mundo, né?", revelou, antes de imaginar um novo encontro: "quem sabe a gente não tem um ‘revival’, né?". ( Veja mais neste link )

Foto: Leo Franco / AgNews

(Foto: Léo Franco/AgNews)

"Que bom senso é esse? É um mau senso"
Eurico Miranda, presidente do Vasco

Eurico Miranda nem bem voltou ao comando do Vasco e já mostrou porque era considerado um dos cartolas mais polêmicos do futebol brasileiro. Recém-eleito presidente do clube carioca, o dirigente criticou o movimento dos jogadores ao afirmar que somente atletas com bons salários fazem parte do grupo. "O Bom Senso é uma piada. Criar uma espécie de associação de jogadores privilegiados, com salários que ofendem a maioria do povo brasileiro, é uma vergonha. Eles recebem um salário que um operário levaria 100 anos para receber. O Brasil tem mais de 150 mil jogadores registrados, por qual motivo não defendem a atividade desses jogadores? Nunca vi uma pessoa ganhar R$ 500 mil e achar que está trabalhando pouco. Que bom senso é esse? É um mau senso", disse. ( Veja mais neste link )

Foto: Daniel Ramalho / Terra

(Foto: Daniel Ramalho/Terra)

"Ronaldo é um imbecil"
Paulo Coelho, escritor

A declaração de Ronaldo em 2011 defendendo os gastos em estádios com a Copa do Mundo demorou a ser "esquecida". Mesmo após três anos de ter dito que não se fazia Copa com hospitais, o ex-jogador ainda era lembrado pelos críticos. Em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche, publicada em maio, o escritor brasileiro Paulo Coelho disse: "Ronaldo é um imbecil ao dizer que não é papel da Copa do Mundo construir infraestrutura". ( Veja mais neste link )

Foto: Getty Images

(Foto: Paulo Coelho/Getty Images)

"Arte Marcial está engatinhando no Brasil"
Rodrigo Minotauro, lutador de MMA

Foi assim que um dos mais famosos lutadores do Brasil resumiu o momento que o MMA atravessa no País. Para ele, o desempenho abaixo da média nos últimos anos está ligado diretamente com a falta de investimento e estrutura que o esporte possui no Brasil. "Em Miami há mais octógonos do que no Brasil inteiro. Eles estão adiantados em relação a nós. É na quantidade que saem os melhores lutadores, e os EUA praticam em massa. A arte marcial ainda está engatinhando no Brasil, ficamos um pouco pra trás". ( Veja mais neste link )

Rodrigo Minotauro
Rodrigo Minotauro
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

(Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

"Não sou do tipo que posa de cueca. Sou um esportista"
Neuer, goleiro alemão

Campeão do mundo pela seleção alemã, o goleiro Neuer pode impedir que o atacante Cristiano Ronaldo leve a terceira Bola de Ouro da carreira e segunda consecutiva. Um das estratégias do jogador do Bayern de Munique é a de evitar comparações com o astro do Real Madrid. No último mês, ele até cutucou o rival nesta disputa."Não sou do tipo que posa de cueca. Sou um esportista", respondeu o goleiro sobre o peso de sua imagem na briga pelo troféu entregue pela Fifa, em cerimônia de gala, em Zurique, em janeiro de 2015. ( Veja mais neste link )

Goleiro da seleção alemã, Manuel Neuer, durante partida da eliminatória para a Eurocopa contra a Irlanda em Gelsenkirchen. 14/10/2014
Goleiro da seleção alemã, Manuel Neuer, durante partida da eliminatória para a Eurocopa contra a Irlanda em Gelsenkirchen. 14/10/2014
Foto: Ina Fassbender / Reuters

(Foto: Reuters)

"Não preciso do seu reconhecimento"
Rivaldo, ex-jogador de futebol

Um dos pilares do Brasil na conquista da Copa do Mundo de 2002, o meio-campista Rivaldo desabafou contra Galvão Bueno após a derrota do Brasil para Holanda. O narrador global mostrou revolta e fez um desabafo contra a atual equipe pela campanha realizada. Na fala, citou 15 ex-jogadores nacionais, entre eles nomes que não ganharam títulos de Mundiais com a camisa brasileira, mas "esqueceu-se" de Rivaldo. ( Veja mais neste link )

Rivaldo tem mandato até 2017 no Mogi Mirim
Rivaldo tem mandato até 2017 no Mogi Mirim
Foto: Terra

(Foto: Terra)

"Velho babaca e asqueroso"
Wagner Ribeiro, empresário de atletas

Comandante da Seleção Brasileira na maior derrota da história do futebol verde e amarelo, Luiz Felipe Scolari foi pressionado pela imprensa e criticado por muitos torcedores após o 7 a 1 sofrido diante da Alemanha, pela semifinal da Copa do Mundo. Vieram do empresário de seu maior craque na competição, porém, os principais ataques depois do vexame. ( Veja mais neste link )

Foto: @ribeirowagner / Reprodução

(Foto: Reprodução/Instagram)

"Nada como um dia após o outro"
Jadson, meia do Corinthians

Jadson não engoliu muito bem sua transferência para o Corinthians. Encostado no São Paulo, o meia acabou sendo envolvido em uma troca com Alexandre Pato. Fora do mata-mata do Campeonato Paulista, o meia aproveitou para tirar sarro do ex-clube após a eliminação para a Penapolense nas penalidades máximas. "Nada como um dia após o outro!!! Hahahaha", escreveu Jadson. ( Veja mais neste link )

Jadson também volta ao Corinthians no clássico contra o Santos
Jadson também volta ao Corinthians no clássico contra o Santos
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

(Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

"Já estamos com uma mão na taça"
Carlos Alberto Parreira, ex-coordenador técnico da Seleção Brasileira

Se Carlos Alberto Parreira soubesse o final que teria a Seleção Brasileiras na Copa do Mundo de 2014, certamente pensaria duas vezes antes de repetir essa frase proferida em maio deste ano. No começo de preparação para o Mundial, o coordenador técnico disse que para se conquistar um Mundial a equipe precisava vencer primeiro fora de campo, o aspecto psicológico, e que, segundo ele, isso já teria sido feito o Brasil estaria com "uma mão na taça". ( Veja mais neste link )

Carlos Alberto Parreira durante coletiva de imprensa no dia seguinte à derrota para a Alemanha
Carlos Alberto Parreira durante coletiva de imprensa no dia seguinte à derrota para a Alemanha
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

"Ninguém veio conversar"
Thiago Silva, zagueiro do PSG e da Seleção Brasileira

Antes capitão da Seleção e titular incontestável, Thiago Silva sentiu o baque de perder a braçadeira para Neymar e a posição para Miranda sob o comando de Dunga. Em Viena, na Áustria, o zagueiro foi franco sobre sua situação atual e falou abertamente sobre a mágoa que sente dentro do elenco. O atleta do PSG chegou até a ficar emocionado quando se disse chateado pelo motivo de ninguém, nem mesmo o novo capitão Neymar, ter tido a iniciativa de conversar com ele. "Acho que não tem que partir de mim. Ele (Neymar) não veio, não tive conversa com ninguém. E isso é o que me deixa chateado". ( Veja mais neste link )

Foto: Bruno Domingos/Mowa Press / Divulgação

(Foto: Bruno Domingo / Mowa Press)

"Alfabetizado e tem todos os dentes na boca"
Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo

Antes de concretizar o velho sonho da torcida são-paulina, o presidente Carlos Miguel Aidar dava diversas declarações sobre o interesse do clube em repatriar o ídolo Kaká. A mais marcante foi dada em abril, quando o mandatário tricolor disse: "gostaria muito de ter o Kaká de volta. Tem a cara do São Paulo, alfabetizado, tem todos os dentes na boca, fala bem, joga bem, faz gols, mas não tem como competir com os árabes e os chineses". ( Veja mais neste link )

Aidar se divertiu com ato falho e depois tentou se justificar
Aidar se divertiu com ato falho e depois tentou se justificar
Foto: Bruno Santos / Terra

(Foto: Bruno Santos/Terra)

"Quero ver se repete isso na minha cara"
Valdivia, meia do Palmeiras

Sofrendo com lesões durante toda temporada, Valdivia virou motivo para piadas não apenas dos torcedores rivais, mas também para um jornalista esportivo específico: Tiago Leifert. O apresentador global fez uma brincadeira com o meia do Palmeiras, que não aceitou muito bem. Pelo Twitter, o chileno respondeu com muitos xingamentos, o que repercurtiu nas redes sociais. "Vai tomar no c..., seu filho da p... Quero ver se você repete isso na minha cara, pau no c... Tu vai sentir não é a coxa, mas sim o c...". ( Veja mais neste link )

Foto: Mauro Horita/Agif / Gazeta Press

(Foto: Mauro Horita/Agif/Gazeta Press)

"Jogador de Twitter e redes sociais"
Mircea Lucescu, técnico do Shakhtar Donetsk

O treinador do Shakhtar Donetsk, Mircea Lucescu, não poupou críticas ao meia-atacante Bernard nesta temporada. Segundo o técnico, o jogador foi dispensado mais cedo para a disputa da Copa do Mundo e ficou três meses sumido do clube. "O comportamento dele é simplesmente inexplicável para mim. Eu ainda não tinha encontrado nenhum outro jogador que não fraternizasse com ninguém da equipe, nem brasileiros, nem ucranianos. Com ninguém! A sensação que dá é que ele é um jogador de Twitter e das redes sociais. Aí ele contata com os fãs. Mas, ao mesmo tempo, não se comunica com a sua equipe, que é quem lhe paga o salário, e que não é nada pequeno! Estou surpreso com o comportamento dele". ( Veja mais neste link )

Foto: Laurence Griffiths / Getty Images

(Foto: Getty Images)

"Quase irresponsabilidade jogar na selva"
Ottmar Hitzfeld, técnico da Suíça

A cidade de Manaus, uma das sedes para a Copa do Mundo de 2014, foi um ninho de polêmicas para a imprensa internacional. Depois de declarações de Roy Hodgson, pouco antes do sorteio dos grupos do Mundial, o comandante da seleção suíça Ottmar Hitzfeld teceu fortes críticas à escolha do município para sediar jogos da competição entre seleções. Em entrevista à rádio alemã SWR1 replicada por diversos meios de comunicação do mundo, Hitzfeld afirmou que considera ser quase irresponsável alguém ter que jogar futebol no meio da selva amazônica. O treinador ainda criticou o aspecto comercial da escolha de Manaus como uma das sedes para o evento. ( Veja mais neste link )

Técnico suíço Ottmar Hitzfeld participa de entrevista coletiva na Arena Corinthians
Técnico suíço Ottmar Hitzfeld participa de entrevista coletiva na Arena Corinthians
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

(Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

"Não são espertos, é ridículo"
Niki Lauda, ex-piloto da Fórmula 1

O alemão Nico Rosberg foi criticado pelos diretores da Mercedes por arruinar a corrida de Lewis Hamilton, seu companheiro, no GP da Bélgica, o 11º da temporada, que terminou com o britânico campeão. Toto Wolff, chefe da equipe germânica, e o tricampeão mundial Niki Lauda, uma espécie de conselheiro do time, foram severos. "É inaceitável para mim que, na segunda volta, o Nico acertou o Lewis. Se essas coisas acontecem no final de uma corrida, quando eles estão lutando, podemos conversar. Mas na segunda volta, é ridículo. Pensei que eles fossem espertos o suficiente para saber isso, mas obviamente não são", declarou Niki Lauda. ( Veja mais neste link )

Foto: Getty Images

(Foto: Getty Images)

"Foi uma grande covardia"
Jefferson, goleiro do Botafogo

A polêmica ausência do goleiro Jefferson na partida contra o Santos, pela Copa do Brasil, após uma sequência de partidas pela Seleção deu o que falar. Antes do jogo, o diretor de futebol, Wilson Gottardo, contou que o camisa 1 tomou a decisão de não participar do confronto. O dirigente disse ainda que o clube carioca não concordou com a posição do goleiro. No dia seguinte, porém, Jefferson concedeu entrevista no Engenhão e disparou contra Gottardo. ( Veja mais neste link )

Foto: Ivan Storti / Lancepress!

(Foto: Ivan Storti/LancePress)

"Falha de caráter"
Wilson Gottardo, diretor de futebol do Botafogo

Na mesma noite, Gottardo negou uma punição ao goleiro e respondeu. "Não vou pedir. Qual seria a punição? Vou punir o Botafogo? Não estou discutindo a qualidade técnica, mas ele cometeu falha de caráter. De ele não querer trabalhar e estar me julgando. Eu não sou diretor baba-ovo de atleta, não. Sou profissional". ( Veja mais neste link )

Foto: Satiro Sodre / SS Press / Divulgação

(Foto: Satiro Sodre / SSPress / Divulgação)

"Desleal, mau-caráter e preconceituoso"
Emerson Sheik, atacante do Botafogo

O atacante Emerson Sheik, então no Botafogo, criticou o zagueiro Lúcio, do Palmeiras, o chamando de preconceituoso durante a vitória da equipe carioca por 2 a 0 em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Os jogadores se estranharam algumas vezes durante o primeiro tempo. No intervalo, o jogador do time carioca desabafou. "É considerado no meio da galera um desleal, mau-caráter. Para ele deve ser normal jogar assim. Me chamou de gay como se eu fosse um monstro. Ele, além do caráter duvidoso - ele é conhecido assim pelos atletas - é um cara que ainda é preconceituoso". ( Veja mais neste link )

Foto: Buda Mendes / Getty Images

(Foto: Getty Images)

"É só pegar umas notícias que vejo sobre contrabando"
Lúcio, zagueiro do Palmeiras

O zagueiro Lúcio, do Palmeiras, rebateu as acusações feitas pelo atacante Emerson, do Botafogo, ao final da partida em que o time carioca derrotou o paulista por 2 a 0, em maio deste ano, pelo Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo, os dois se desentenderam em campo. Emerson chamou Lúcio de mau-caráter, desleal e preconceituoso. ( Veja mais neste link )

Lúcio treinou normalmente no Palmeiras
Lúcio treinou normalmente no Palmeiras
Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

(Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

"É um demônio"
Ruy Cabeção, lateral direito do Mixto-MT

Jogando na Vila Belmiro, contra o Santos, a fraca equipe do Mato Grosso tinha poucas esperanças de avançar na Copa do Brasil. Não avançou. Perdeu por 3 a 0 e fez com que um de seus jogadores, Ruy Cabeção, explodisse após a partida. "O respeito tem que partir primeiramente do árbitro. Vocês me desculpem, mas o juiz chamou o nosso camisa 9 de filho da p... mesmo. Depois que esse demônio desse juiz fez essa covardia de marcar o pênalti, ele acabou com o Mixto." ( Veja mais neste link )

Foto: Marcelo Ferrelli / Gazeta Press

(Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

"É um cara de caráter duvidoso"
Emerson Sheik, atacante do Botafogo

Após acertar sua transferência para o Botafogo, em abril desse ano, Emerson Sheik voltou aos holofotes depois de disparar contra seu ex-treinador Mano Menezes, com quem trabalhou no Corinthians. Para o jogador, o comandante que já passou por Flamengo, Grêmio e Seleção Brasileira tem caráter duvidoso. "O que eu sinto sobre o Mano? Eu não gosto dele. Não escondo de ninguém que não gosto dele. Entendo que ele é um cara de caráter duvidoso e para mim isso basta". ( Veja mais neste link )

Foto: Alexandre Loureiro / Getty Images

(Foto: Getty Images)

"Povo tem que se f..."
Dani Piedade, jogadora de handebol

Lutadores, pilotos, jogadores de vôlei e outros atletas se manifestaram sobre a reeleição de Dilma Rousseff como presidente do Brasil. Alguns comemoraram, outros foram gentis, mas um fato lamentável aconteceu: vários perderam a linha nas redes sociais, lamentando o resultado das eleições de forma agressiva, soltando palavrões, criticando o povo e dizendo que vão para o exterior. Um dos mais chamativos foi o da jogadora de handebol Dani Piedade. "Luto total. Me desculpe o desabafo. O povo brasileiro tem que se f... e passar necessidade". ( Veja mais neste link )

Foto: Buda Mendes / Getty Images

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

"Ou é burro ou é mal intencionado"
Luiz Felipe Scolari, técnico da Seleção Brasileira

Durante a Copa do Mundo, o técnico Luiz Felipe Scolari respondeu as declarações dadas pelo técnico da Holanda, Louis Van Gaal, que atacou o fato da Seleção Brasileira jogar depois de Holanda x Chile, marcado para as 13h, já sabendo o resultado da partida e o possível adversário que enfrentará nas oitavas de final. Apesar de não dizer o nome, Felipão deu diversas dicas que se dirigia especificamente a Van Gaal. "Primeiro tenho que pensar em ganhar amanhã (contra Camarões). Quero falar isso, porque alguns se manifestam dizendo de escolher o resultado, ou são burras ou mal intencionadas, se perdemos não classificamos". ( Veja mais neste link )

Técnico Luiz Felipe Scolari na partida Brasil x Holanda em Brasília. 12/07/2014
Técnico Luiz Felipe Scolari na partida Brasil x Holanda em Brasília. 12/07/2014
Foto: Dominic Ebenbichler / Reuters

(Foto: Reuters)

"Se continuar assim, será um circo"
Niko Kovac, técnico da Croácia

O técnico croata Niko Kovac classificou como "ridícula" a arbitragem do japonês Yuichi Nishimura na derrota para a Seleção Brasileira por 3 a 1, pela abertura da Copa do Mundo de 2014, na Arena Corinthians. O juiz deu um pênalti polêmico de Dejan Lovren em cima do atacante Fred, no segundo tempo, quando a partida estava empatada por 1 a 1. "Se continuar assim, será um circo. Fomos os primeiros a jogar contra eles e eu preciso dizer isso: se não tem capacidade de arbitrar, deixe outra pessoa". ( Veja mais neste link )

O treinador croata Niko Kovac deu mostras de deselegância em vários momentos  como ao questionar uma jornalista que lhe perguntou sobre as fotos de jogadores nadando nus na concentração. Ao vestir-se, pelo menos, ele acerta
O treinador croata Niko Kovac deu mostras de deselegância em vários momentos como ao questionar uma jornalista que lhe perguntou sobre as fotos de jogadores nadando nus na concentração. Ao vestir-se, pelo menos, ele acerta
Foto: Getty Images

(Foto: Getty Images)

"Tive alucinações"
Marchisio, meia da seleção da Itália

Itália teve que superar não somente a Inglaterra em sua estreia na Copa do Mundo. Para vencer a partida por 2 a 1, os jogadores italianos tiveram que aprender a lidar com o calor de Manaus. Mesmo que o jogo tenha ocorrido a partir das 18h (19h de Brasília) e, portanto, com o sol se pondo, a temperatura se manteve alta. "Em certos momentos posso afirmar que parecia que sofria alucinações por conta do calor que fazia". ( Veja mais neste link )

O italiano Marchisio está entre os galãs da Copa, e também mostra estilo nas tatuagens
O italiano Marchisio está entre os galãs da Copa, e também mostra estilo nas tatuagens
Foto: Getty Images

(Foto: Getty Images)

"Receba um abraço de uma brasileira anônima"
Dona Lúcia, em carta após eliminação da Seleção Brasileira

O coordenador técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, usou a entrevista dada por toda comissão técnica para ler um e-mail enviado por uma torcedora chamada Lúcia, elogiando o trabalho do técnico Luiz Felipe Scolari após a derrota vexatória diante da Alemanha, por 7 a 1. Na mensagem enviada, a torcedora exaltou o trabalho feito pelo treinador e chamou os jornalistas de cruéis sem limites por perguntarem sobre uma dívida que o treinador ganhou com o povo brasileiro depois do tropeço na semifinal da Copa do Mundo. ( Veja mais neste link )

Carlos Alberto Parreira
Carlos Alberto Parreira
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

(Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade