PUBLICIDADE

Lutas

Jon Jones revela que foi procurado para lutar no UFC 300: "Não acho que estaria pronto"

Quem será a luta principal do UFC 300? Enquanto todos os fãs de MMA tentam achar a resposta para tal pergunta, boatos e rumores surgem de todos os lados

12 fev 2024 - 21h13
(atualizado às 21h13)
Compartilhar
Exibir comentários
Jon Jones campeão dos pesados do UFC
Jon Jones campeão dos pesados do UFC
Foto: Divulgação/Instagram Oficial UFC / Esporte News Mundo

Quem será a luta principal do UFC 300? Enquanto todos os fãs de MMA tentam achar a resposta para tal pergunta, boatos e rumores surgem de todos os lados sobre os duelos que poderiam estrelar o card mais esperado do ano até aqui. Diante disto tudo, um lutador já se pronunciou afirmando que não deverá ser.

Ao podcast Submission Radio, Jon Jones revelou que chegou a se procurado pelo Ultimate para estrelar o evento. Apesar da possibilidade de se tornar o astro de uma noite a qual todos estão esperando para acontecer, 'Bones' disse não à possibilidade por julgar que não poderia estar pronto para tal;.

.- O Hunter Campbell, que é um dos principais dirigentes do UFC. Ele me disse 'Jon, sei que são apenas nove semanas até lá, mas se tiver alguma chance de que você possa, seria uma notícia maravilhosa para os fãs você voltar e ser o 'main event' de um dos maiores cards da nossa história'. E eu disse 'estou honrado, mas não sei se eu estaria pronto. Não posso' - declarou Jones.

Em novembro último, Jon Jones deveria ter encarado Stipe Miocic para defender o cinturão dos pesados no UFC 295, em Nova York, mas uma lesão no músculo peitoral impediu com que o americano lutasse no evento. O prazo de retorno de Jones ao octógono ainda não está definido, mas deve acontecer durante o ano de 2024. Claro já descartando o UFC 300.

Quando 'Bones' retornar, a intenção do Ultimate é a de fazer a luta contra Miocic acontecer, mas o campeão interino da divisão, Tom Aspinall, ainda não desistiu de tentar convencer a organização em o permitir encarar o astro. Para Jones, a prioridade é enfrentar o ex-campeão dos pesados, mas o inglês também lhe interessa.

+ Pra ficar por dentro do UFC, siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

- Não irei descartar uma luta contra o Tom. Especialmente pelo fato de como me sinto agora, me sinto revigorado diante do apoio dos fãs. Acho que não posso ir embora e isso sinaliza algo positivo que pode acontecer na minha carreira - afirmou.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade