PUBLICIDADE

Lutas

Brasileiro tem recurso negado e derrota para ex-campeão do UFC é mantida

Bruno Blindado tentou, mas não conseguiu reverter a derrota que sofreu para Chris Weidman no UFC Atlantic City, em março.

10 jun 2024 - 23h03
(atualizado às 23h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Luta entre Chris Weidman e Bruno Blindado
Luta entre Chris Weidman e Bruno Blindado
Foto: Divulgação/Instagram Oficial UFC / Esporte News Mundo

Bruno Blindado tentou, mas não conseguiu reverter a derrota que sofreu para Chris Weidman no UFC Atlantic City, em março. O recurso ao qual o lutador brasileiro entrou na Comissão Atlética de Nova Jersey foi rejeitado por esta, segundo o MMFighting,

O site informou a decisão no domingo (9), através de comunicado feito pela comissãp ao lutador e seu agente, Bernardo Serale. O pedido para tentar mudar o resultado da luta contra o 'All-American' por conta da polêmica que envolveu a sequência final do duelo, principalmente por conta de atitudes tomadas pelo ex-campeão dos médios.

À princípio, Weidman havia conquistado o nocaute depois de aplicar uma sequência de socos em Blindado, que acabou derrubado no octógono e, assim, a luta encerrada. No entanto, quando o replay de tal série apareceu na transmissão do UFC Atlantic City, foi verificado que não foram socos, mas sim dedadas do americano no olho do brasileiro, que acabaram o levando ao chão.

O árbitro da luta, Gary Copeland, não viu o lance no momento em que este aconteceu, mas assim que estes se tornaram públicos, foi chamado para ver o replay. No 'VAR' do Ultimate, este viu os vídeos, mas tomou uma decisão um tanto inusitada. Ao invés de declarar a luta sem resultado ('no contest') por causa das dedadas no olho de Bruno Blindado, decidiu definir o resultado do duelo através do que os juízes haviam anotado.

Nas marcações do trio que anotava a pontuação da luta, Weidman estava à frente do brasileiro, então foi decidido que o 'All-American' ganhou a luta em 'decisão técnica'. Todo o desenrolar da confusão revoltou o brasileiro, que decidiu ir à comissão atlética de Nova Jersey para tentar reverter o resultado. No entanto, isto não aconteceu e não haverá como recorrer de tal decisão, assim a derrota segue constando do cartel do Blindado.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade