3 eventos ao vivo

O que pode mudar no São Paulo com Liziero no lugar de Pato

Diniz testou essa e outras modificações nos treinos que antecedem a estreia do Tricolor no Campeonato Brasileiro, domingo, contra o Goiás. Função de Daniel Alves pode mudar

7 ago 2020
08h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O São Paulo pode começar o Campeonato Brasileiro com Liziero no lugar de Alexandre Pato na equipe titular. Essa mudança foi testada por Fernando Diniz em mais de uma atividade após a queda no Paulistão para o Mirassol e tem chance de ser vista já no domingo, contra o Goiás, no Hailé Pinheiro, às 16h.

Liziero pode ser a novidade do São Paulo contra o Goiás - FOTO: Divulgação/São Paulo FC
Liziero pode ser a novidade do São Paulo contra o Goiás - FOTO: Divulgação/São Paulo FC
Foto: Lance!

Um movimento óbvio gerado por esta modificação é no posicionamento de Pablo. Escolhido pelo treinador para herdar a vaga de Antony, vendido ao Ajax, o camisa 9 tem atuado aberto pela direita: guarda essa posição quando a equipe não tem a bola e tem liberdade para se movimentar na hora de atacar. É o melhor jogador da equipe após o retorno dos campeonatos, com três gols e uma assistência em dois jogos disputados. Ele passaria a atuar como homem de referência, um legítimo centroavante, função que é a sua preferida.

Se Diniz optar por manter o mesmo esquema tático, com dois atacantes abertos, o espaço deixado por Pablo do lado direito poderia ser ocupado por Igor Gomes, com Daniel Alves centralizado como meia, ou vice-versa.

Uma outra alternativa seria montar um 4-4-2, com o meio de campo formado por Tchê Tchê, Liziero, Daniel Alves e Igor Gomes. Neste caso, a dúvida seria quanto aos responsáveis por recuar para buscar a bola com o goleiro e os zagueiros: Daniel Alves e Tchê Tchê vinham fazendo muito bem essa função e, se forem mantidos com essa incumbência, caberia a Liziero (mais à esquerda) ajudar Igor Gomes (mais à direita) a armar. Mas pode ser que o próprio Liziero seja o homem da saída de bola, transformando Dani no parceiro de Igor na armação.

As dúvidas quanto ao posicionamento existem porque os treinos têm sido todos fechados para a imprensa, tanto em Cotia quanto na Barra Funda. Isso acontece em 100% das atividades desde o retorno do futebol após a pausa devido à pandemia.

Veja também:

Libertadores pega fogo e tem jogador do Grêmio que pode ir para a Europa
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade