PUBLICIDADE

Rafaela Silva vence em sua reestreia no judô após dois anos suspensa por doping

Campeã olímpica se classifica para o Campeonato Brasileiro Sênior e mira bons resultados no Mundial Militar

24 out 2021 17h36
ver comentários
Publicidade

Rafaela Silva está de volta aos tatames. Campeã olímpica no Rio de Janeiro, em 2016, a judoca brasileira participou, neste domingo, da seletiva para a escolha dos integrantes da equipe fluminense para a disputa do Campeonato Brasileiro Sênior da modalidade.

Suspensa por dois anos após ser flagrada no exame antidoping, Rafaela Silva busca se restabelecer no judô, com uma posição prestigiosa em sua categoria, na qual o Brasil não teve representante durante dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em agosto de 2019, após as conquistas do ouro no Pan-Americano de Lima e do bronze no Mundial da categoria, foi identificada em seu organismo a presença de fenoterol, substância usada para tratar problemas pulmonares.

Rafaela Silva comemora vitórias deste domingo
Rafaela Silva comemora vitórias deste domingo
Foto: Instagram/ Rafaela Silva / Estadão

Em sua reestreia, no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, usando o kimono do Flamengo, Rafaela Silva conquistou vaga no Brasileiro ao vencer suas duas lutas com Jessica Pereira, do Instituto Reação, onde a campeã olímpica se formou como judoca. Após os triunfos, a medalhista de ouro falou sobre como pretende retomar sua carreira no esporte.

"Fiquei dois anos sem pisar no tatame, sem sentir essa adrenalina de competição. Eu amo competir. O judô é a minha vida e estar aqui com a nação rubro-negra me dando todo o apoio, a Marinha do Brasil, que me deu todo o suporte no tempo em que não pude competir. Poder voltar aqui e recomeçar, acho que foi um dia muito especial. Espero que tenha muitos (momentos assim) até Paris-2024", contou Rafaela.

No próximo fim de semana, Rafaela Silva já vai visitar a cidade sede dos próximos Jogos. Na capital francesa, disputará o Mundial Militar. O Campeonato Brasileiro Sênior será disputado entre 22 e 27 de novembro, em Pindamonhangaba, interior do estado de São Paulo.

Estadão
Publicidade
Publicidade