2 eventos ao vivo

Ouro na Copa do Mundo de Triatlo faz Manoel Messias subir no ranking

Cearense ganha oito posições no ranking para os Jogos Olímpicos e luta por mais um pódio neste domingo, na República Dominicana

9 nov 2019
11h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Os ares peruanos parecem estar fazendo bem a Manoel Messias. Em julho, o triatleta conquistou o ouro no revezamento misto e a prata no masculino individual nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Menos de quatro meses depois, no último domingo, dia 3, mais uma vitória em terras andinas: o ouro na etapa peruana da Copa do Mundo de Triatlo, organizada pela International Triathlon Union (ITU).

O cearense de 22 anos conquistou o título na prova do formato Sprint, que combina distâncias de 750 m de natação, 20 km de ciclismo e 5 km de corrida. Nos últimos 500 metros, conseguiu se distanciar do pelotão e completar o circuito em 52 minutos e 30 segundos, à frente do segundo e terceiro colocados, o suíço Florin Salvisberg e o francês Felix Duchampt.

Também representando o Brasil na Copa do Mundo, Diogo Sclebin chegou na 24.ª colocação, seguido por Kauê Willy em 25.°, Reinaldo Colucci em 26.°, e Danilo Pimentel na 37.ª posição. Na prova feminina, Beatriz Neres foi a melhor colocada entre as brasileiras, em 22.º lugar. Djenyfer Arnold ficou em 36.º e Luma Guillen em 40.º.

"Fiquei bastante satisfeito com o resultado. Consegui fazer tudo o que tinha planejado e dar um gás para definir no final", conta Manoel Messias ao Estado. Com a vitória, além do prêmio de US$ 7.500 (R$ 31 mil), ele ganhou 400 pontos no ranking de qualificação para os Jogos Olímpicos. Messias subiu oito posições na classificação e está atualmente no 40º lugar.

Para Messias, a preparação para as provas do Pan de Lima foi essencial para o bom resultado na Copa do Mundo. "Já conhecia o local, o clima, a temperatura da água e isso ajudou bastante. Priorizamos os treinos mais curtos e de velocidade, por ser um percurso rápido e para evitar o cansaço na prova". Entre as competições, o atleta participou também do evento-teste da modalidade em Tóquio, em agosto.

Agora, se prepara para sua última prova do ano: a etapa final da Copa do Mundo de Triatlo em Santo Domingo, República Dominicana, a ser disputada neste domingo, dia 10. "Estou confiante. Ainda estou me adaptando ao calor, mas fiz bons treinos e estou motivado. Pode ser que venha mais coisa boa por aí", afirma o atleta.

Para 2020, o calendário já começa cheio. O atleta deve passar um período na África do Sul, treinando em altitude para se preparar para a próxima Copa do Mundo e para a World Triathlon Series (WTS), que começa em Abu Dhabi, em março.

Trajetória no esporte

Manoel Messias começou no triatlo em 2009, em Fortaleza, sua cidade natal. "Foi por brincadeira, para fazer alguma coisa diferente, e gostei", conta. A brincadeira foi ficando séria e, no final de 2012, ele começou a competir nacionalmente. Em 2013, conheceu seu atual técnico, Eduardo Braz, que o convidou para ir para o Sesi-SP, onde treina até hoje. Sua primeira prova internacional foi o Campeonato Sul-Americano Júnior, no Chile, na qual conquistou o 3.º lugar. Dois anos depois, em 2015, se consagrou campeão mundial júnior nos Estados Unidos.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade