1 evento ao vivo
Logo do Seleção Italiana
Foto: terra

Seleção Italiana

Seleção Italiana

De T. Silva a Damião, veja quem teve um 2014 para esquecer

Vanderlei Almeida / AFP
30 dez 2014
07h43
atualizado às 07h43
  • separator
  • comentários

Comer lentilha, usar branco, pular sete ondinhas... Existem várias superstições envolvendo sorte e o Réveillon, e os sete nomes do esporte que selecionamos podem muito bem apostar em alguma delas. Para os aqui relacionados, 2014 contou com momentos negativos e não vai deixar muita saudade.

É o caso de Felipão, que comandou a Seleção no famigerado 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo, e também de Thiago Silva, que perdeu a braçadeira de capitão do Brasil depois da Copa. Outro brasileiro que teve um ano ruim foi Leandro Damião, que se tornou o mico do mercado de 2014.

Confira a seguir quem mais teve um ano para se esquecer:

Luiz Felipe Scolari

Felipão terminou 2013 em alta. Valorizado pela conquista da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira, o gaúcho foi selecionado entre os dez melhores treinadores do ano pela Fifa. Em 2014, a situação do treinador mudou bastante. A Copa do Mundo viu o Brasil chegar até a semifinal aos trancos e barrancos, quando o já célebre 7 a 1 para a Alemanha ocorreu - ainda deu tempo até de perder também para a Holanda na disputa do terceiro lugar.

Técnico Luiz Felipe Scolari durante partida contra a Holanda. 12/07/2014
Técnico Luiz Felipe Scolari durante partida contra a Holanda. 12/07/2014
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O técnico acabou dispensado pela CBF, que optou por resgatar Dunga, mas não ficou muito tempo sem trabalhar. Felipão foi chamado pelo Grêmio para substituir Enderson Moreira e conseguiu uma boa sequência de resultados, mas terminou o Campeonato Brasileiro fora da zona de classificação à Copa Libertadores.

Thiago Silva

Foto: Bruno Domingos/Mowa Press / Divulgação
Foto: Bruno Domingos/Mowa

O zagueiro do Paris St. Germain era um dos pilares e capitão da Seleção Brasileira, sempre valorizado por sua técnica e seriedade em campo. Entretanto, passou a ser criticado por torcedores depois da disputa das oitavas de final da Copa do Mundo, contra o Chile, quando se afastou do restante dos jogadores que se preparavam para a disputa de pênaltis e chorou enquanto sentava sobre uma bola.

Após o Mundial, Thiago Silva perdeu parte de seu prestígio na Seleção. Dunga optou por dar a função de capitão a Neymar, e o zagueiro demonstrou sua mágoa. Por um capricho do destino, dias depois o defensor entrou em campo no lugar do lesionado Miranda em amistoso contra a Áustria e recebeu de Neymar a braçadeira quando o camisa 10 foi substituído.

Steven Gerrard

Gerrard marcou, mas amargou empate
Gerrard marcou, mas amargou empate
Foto: Andrew Yates / Reuters
Foto: Andrew Yates/Reuters

Um dos meio-campistas mais talentosos de sua geração, Steven Gerrard segue o longo calvário de jamais ter conquistado o Campeonato Inglês... e desta vez foi por tão pouco. O Liverpool liderou o torneio por várias rodadas e enfrentou o Chelsea precisando de um empate para seguir à frente do Manchester City. Não foi o que aconteceu: os londrinos venceram o jogo por 2 a 0 com direito a falha de Gerrard, que escorregou em um lance simples e permitiu gol de Demba Ba.

Para completar o ano negativo, o meio-campista capitaneou a Inglaterra em mais uma campanha ruim de Copa do Mundo. A equipe inglesa caiu ainda na primeira fase, com derrotas para Itália e Uruguai, além de um empate sem gols com a Costa Rica.

Leandro Damião

Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press
Foto: Ricardo Saibun/Gazeta Press

Contratado pelo exorbitante valor de 14,5 milhões de euros (cerca de R$ 46,7 milhões), o centroavante trocou Internacional por Santos, mas deixou o futebol em Porto Alegre. Com a camisa alvinegra, Leandro Damião teve ano discreto e fez apenas 11 gols. O desempenho do atacante desagradou tanto que o clube paulista o emprestou para o Cruzeiro para a próxima temporada.

Ney Franco

Ney Franco comanda Flamengo no Morumbi
Ney Franco comanda Flamengo no Morumbi
Foto: Alan Morici / Terra
Foto: Alan Morici/Terra

Em 2013, Ney Franco foi demitido pelo São Paulo, mas conseguiu uma ótima campanha no Vitória ao terminar o Brasileiro na quinta colocação, a dois pontos da zona de classificação à Copa Libertadores. Tudo se encaminhava para uma nova temporada positiva, certo? É... não foi bem assim.

No Campeonato Baiano, o Vitória foi superado na final contra o arquirrival Bahia. Dias depois, Ney pediu demissão e foi comandar o Flamengo, que havia dispensado Jayme de Almeida. Na Gávea, o desempenho foi péssimo: três empates, quatro derrotas, nenhuma vitória e a lanterna do Brasileiro. O treinador então voltou para o Vitória e comandou a equipe baiana em campanha que terminou no rebaixamento à Série B.

David Moyes

Técnico do Manchester United, David Moyes, durante coletiva de imprensa em Old Trafford, Manchester. A conturbada passagem de David Moyes pelo Manchester United terminou abruptamente nesta terça-feira, quando o escocês foi demitido após frustrantes dez meses no cargo de treinador. 31/03/2014.
Técnico do Manchester United, David Moyes, durante coletiva de imprensa em Old Trafford, Manchester. A conturbada passagem de David Moyes pelo Manchester United terminou abruptamente nesta terça-feira, quando o escocês foi demitido após frustrantes dez meses no cargo de treinador. 31/03/2014.
Foto: Stefan Wermuth / Reuters
Foto: Stefan Wermuth/Reuters

Substituto do lendário Alex Ferguson no comando do Manchester United, David Moyes teve desempenho pífio no comando da equipe inglesa e teve em abril confirmado o que já era previsto: demitido antes de completar uma temporada inteira. Atualmente é técnico da Real Sociedad.

Mario Balotelli

Liverpool, de Balotelli, continua sem embalar no Inglês
Liverpool, de Balotelli, continua sem embalar no Inglês
Foto: Alex Livesey / Getty Images

Foto: Alex Livesey/Getty Images

O atacante de 24 anos é mais conhecido pelas polêmicas do que pelos gols, e em 2014 viu sua grife diminuir um pouco mais. Balotelli fez o gol da vitória da Itália sobre a Inglaterra na estreia da Copa do Mundo, mas não conseguiu contribuir para que sua seleção não caísse ainda na primeira fase. Depois do Mundial, trocou Milan por Liverpool e vem recebendo críticas pesadas por conta de suas atuações displicentes e da ausência de gols.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade