PUBLICIDADE

Vice pede apoio a senadores e deputados para presidir CBF

Gustavo Feijó faz campanha com parlamentares para chegar ao topo da confederação

22 set 2021 08h31
| atualizado às 08h53
ver comentários
Publicidade

Um dos vice-presidentes da CBF, Gustavo Feijó tem feito campanha no Senado e na Câmara Federal para obter o apoio de parlamentares a fim de chegar ao posto máximo da confederação. Segundo o Terra apurou, ele já teria conseguido convencer o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), a ajudá-lo em seu projeto.

Vice faz campanha em Brasília para tentar assumir o poder na CBF
Vice faz campanha em Brasília para tentar assumir o poder na CBF
Foto: Sílvio Alves Barsetti

Feijó é ex-prefeito de Boca da Mata, em Alagoas, e comandou por vários anos a federação de futebol do seu Estado – hoje chefiada por seu filho, Felipe Omena Feijó. Daí, sua proximidade com Calheiros e Lira. O vice acompanha os desdobramentos do imbróglio envolvendo o presidente afastado, Rogério Caboclo, acusado de assédio sexual e moral na entidade – o que ele nega -, a fim de se candidatar à presidência da CBF.

O principal cabo eleitoral de Feijó, por enquanto, é o ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, excluído do futebol pela Fifa, mas, que ainda assim, mesmo à distância, mantém o controle sobre os rumos da confederação. Del Nero tem trabalhado intensamente para que Feijó chegue ao cargo. Por trás disso tudo, há o interesse dos dirigentes em não mexer nos acordos comerciais vigentes entre CBF e diversas empresas.

Recentemente, Feijó ganhou do então presidente interino da CBF, coronel Antônio Nunes, uma função de muita visibilidade – a de responsável pelas seleções brasileiras. Logo de início, criticou o técnico Tite publicamente, no que outros dirigentes da CBF interpretaram como o início de um processo interno de fritura do treinador.

Feijó espera que Calheiros e Lira usem a influência como líderes parlamentares pedindo que governadores e prefeitos pressionem os presidentes das federações estaduais de futebol a fim de apoiá-lo numa eventual eleição caso Rogério Caboclo seja definitivamente afastado.

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade