0

O cara do jogo: Toni Kroos

23 jun 2018
17h32
  • separator
  • 0
  • comentários

A Alemanha dificilmente deixa suas decisões para os últimos minutos das partidas, mas precisou de uma decisão atípica para virar o placar sobre a Suécia, neste sábado, na segunda rodada do Grupo F da Copa do Mundo. Para que isso acontecesse, porém, foi necessária uma atuação memorável do meio-campista Toni Kroos, indiscutivelmente o cara da vitória por 2 a 1.

A performance, no entanto, não começou tão bem para o organizador do time alemão. No primeiro tempo, seguindo o ritmo do restante do time, errou bastante e, em uma dessas oportunidades, deu à Suécia a chance de marcar o primeiro gol. Na saída de bola, ele tocou curto para Gundogan e o passe foi interceptado. Os suecos lançaram para Toivonen, Kroos não conseguiu desarmá-lo e o centroavante encobriu Neuer para abrir o placar.

O camisa 8 do Real Madrid, no entanto, não se entregou e, ainda no começo do segundo tempo, foi o principal articulador das jogadas. Após abrir lance para Werner, viu o companheiro cruzar e Reus, dentro da área, finalizar de joelho para deixar tudo igual. Restava um gol para que a equipe dependesse apenas de si para chegar às oitavas de gol.

O desespero, porém, passou longe de Kroos. Com classe e calma, o atual tricampeão da Liga dos Campeões e remanescente do tetracampeonato conquistado no Brasil, regeu o ataque, fazendo as inversões de bola e ditando o ritmo. A bola, porém, não parecia querer entrar.

A missão ficou ainda mais difícil quando Boateng levou o cartão vermelho, deixando os suecos com um a mais em campo e a defesa alemã aberta a contra-ataques. Foi aí que Kroos mostrou toda sua qualidade. Após falta sofrida por Werner na lateral esquerda da área, ele chamou a responsabilidade e, diferentemente da maioria dos atletas, não cruzou na área.

Com calma, rolou para Reus, que só parou a bola e viu o companheiro bater no ângulo direito, sem chances para Olsen. Explosão de festa dos alemães e comemoração histórica dos ainda campeões mundiais, muito vivos na defesa do título na Rússia.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade