PUBLICIDADE

Mundial de Clubes

Ganso encerra segunda participação no Mundial de Clubes da Fifa com marca negativa

12 anos depois, meia volta a disputar uma edição do torneio

22 dez 2023 - 18h43
Compartilhar
Exibir comentários

O meia Paulo Henrique Ganso encerrou a sua segunda participação no Mundial de Clubes da Fifa com uma marca negativa: o jogador esteve envolvido nas duas piores goleadas da história da decisão do torneio. O atleta chegou à final da competição em 2011 e 2023, mas nas duas ocasiões viu a sua equipe ser derrotada por 4 a 0.

Foto: Lance!

Em 2011, Ganso dividia com Neymar o protagonismo do Santos que alcançou a decisão do Mundial. No entanto, com show de Messi, o Barcelona goleou o time brasileiro por 4 a 0, em partida disputada no Estádio Internacional de Yokohama, no Japão. Na época, o meia tinha apenas 22 anos.

Dessa vez mais experiente, com 34 anos, Ganso ajudou o Fluminense a chegar à final do torneio, mas novamente sofreu uma derrota elástica. Nesta sexta-feira (22), o Tricolor perdeu por 4 a 0 para o Manchester City no King Abdullah Sports City, em Riad, na Arábia Saudita.

Nas duas ocasiões, a equipe goleadora era treinada por Pep Guardiola. O espanhol se tornou o treinador com mais títulos na história do Mundial de Clubes da Fifa, com quatro conquistas.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade