PUBLICIDADE

Luva de Pedreiro não pode mais gravar vídeo com camisa de CR7, da Seleção ou do Vasco

Contrato com a adidas prevê exclusividade de camisas e chuteiras

3 ago 2022 - 01h20
(atualizado às 07h56)
Ver comentários
Publicidade
Iran Ferreira faz grande sucesso nas redes sociais como o 'Cara da Luva de Pedreiro'
Iran Ferreira faz grande sucesso nas redes sociais como o 'Cara da Luva de Pedreiro'
Foto: Instagram/ Iran Ferreira / Estadão

O contrato entre Luva de Pedreiro e adidas prevê exclusividade de uso de material esportivo e lifestyle. Com isso, o influenciador digital não vai mais usar uniformes de equipes que não sejam patrocinadas pela marca, como foi recorrente em sua trajetória até a fama mundial. O mesmo vale para as chuteiras. Para o vídeo promocional lançado na segunda-feira, ele calçou a X Speedportal, nova chuteira da empresa.

Após anunciar o acerto com a empresa, Iran Ferreira apareceu vestindo a camisa da Juventus, que também é parceira da adidas. Antes disso, ele havia publicado vídeo com a camisa do São Paulo, que também tem a empresa como sua fornecedora de material esportivo, em uma ação conjunta que deve levar o influenciador para conhecer o Morumbi. Torcedor do Vasco, ele não deve mais usar os uniformes atuais do clube, que são da Kappa. A adidas também é parceira de Ajax, Arsenal, Benfica, Manchester United, Real Madrid, além de nomes como Lionel Messi, Karim Benzema e Mohamed Salah.

A empresa deve levar Luva de Pedreiro ao Catar no fim do ano para acompanhar a Copa do Mundo. Em julho, ele esteve no Rio de Janeiro e conheceu o museu da seleção brasileira, vestindo a camisa da equipe, patrocinada pela rival Nike. Com apenas 20 anos, ele é o influenciador de futebol mais seguido da rede social. São 17,7 milhões de seguidores só no Instagram.

O diretor sênior de marketing da adidas no Brasil, João Meyer, comemorou o acerto com o novo parceiro. "A chegada do Luva de Pedreiro para o nosso time de embaixadores reforça nossos investimentos no Brasil e nos deixa ainda mais próximos do público jovem que se diverte com a irreverência e autenticidade de seus conteúdos reconhecidos globalmente".

"O Luva de Pedreiro representa a essência do futebol brasileiro. Saiu do interior, baixo poder de renda e conseguiu superar todas as adversidades para se tornar um fenômeno de mídia. Trajetória similar a muitos atletas que despontaram no futebol. A adidas faz parte da história do esporte em geral, por isso essa conexão é muito válida para ambas as partes", afirma Bernardo Pontes, sócio da Alob Sports, agência de marketing de influência focada no esporte.

Em abril, Luva de Pedreiro havia lançado uma linha de roupas, com camisetas, calças e moletons e uma loja oficial da sua marca. O acordo com a adidas foi fechado através de sua nova equipe de empresários, liderada pelo ex-jogador de futsal Falcão. O influenciador está em uma nova fase da carreira após romper com seu antigo empresário, Allan Jesus. A briga judicial entre os dois teve mais um capítulo há duas semanas.

A juíza Flávia Viveiro de Castro, da 2ª Vara Cível da Barra, no Rio, comandou uma audiência de conciliação, mas não houve acordo. O ex-empresário pede R$ 20 milhões na Justiça para encerrar o acordo com Iran. O valor é superior ao da multa rescisória estabelecida no contrato assinado em 25 de fevereiro, que é de R$ 5,2 milhões.

Estadão
Publicidade
Publicidade