8 eventos ao vivo

Jogos da Seleção nas Eliminatórias podem ficar fora da TV

Por enquanto, apenas dez dos 18 confrontos do time de Tite vão passar na televisão; negociação esbarra em alta do dólar e falta de interesse

5 out 2020
11h10
atualizado às 11h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A seleção brasileira pode disputar algumas partidas das Eliminatórias para a Copa do Catar sem ter exibição na TV e em canais de streaming para o Brasil. Por enquanto, apenas dez dos 18 jogos da competição vão ter transmissão na televisão. Os demais duelos, inclusive a partida contra o Peru, terça-feira da semana que vem, dia 13, ainda não tem sua transmissão assegurada.

Tite, técnico da Seleção Brasileira
Tite, técnico da Seleção Brasileira
Foto: Divulgação

Nove jogos do Brasil como mandante e a partida contra a Argentina, fora de casa, estão garantidas. Essas o torcedor brasileiro vai poder acompanhar. Todos vão passar na TV Globo e SporTV. Os duelos com Uruguai, Paraguai, Colômbia, Chile, Equador, Bolívia, Venezuela e Peru, todos fora de casa, por enquanto, estão sem transmissão para o Brasil. Nos bastidores, existe uma confiança moderada em um acerto para o jogo com o Peru, o segundo do time de Tite nas Eliminatórias. A Globo é a favorita para mostrar a partida.

A situação é fruto de uma mudança da Confederação Sul-Americana (Conmebol) na forma de negociar os direitos de exibição das partidas. Outras confederações também passam por isso pelo mundo. Antes, uma emissora acertava com a entidade os direitos de transmissão de todos os jogos das Eliminatórias. Era uma compra em bloco, de um pacote fechado. Agora, cada federação negocia os jogos da sua seleção como mandante. Vale ressaltar que isso nada tem a ver com a MP 984 sobre os direitos de transmissão das partidas no futebol brasileiro. A decisão assinada pelo presidente Jair Bolsonaro vale somente para o futebol brasileiro.

A Rede Globo acertou com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e com a Federação Argentina (AFA) todos os jogos de Brasil e Argentina, respectivamente, como mandante. Ou seja, neste momento, os jogos das seleções brasileira e argentina em casa são os únicos que vão ter transmissão no País. A partida entre Argentina x Equador, nesta quinta-feira, vai passar no SporTV.

Além da Globo, outras emissoras, como Band e SBT, canais de TV fechados e de streaming chegaram a negociar com as federações sul-americanas, mas nada foi oficializado ainda. Existem dois pontos que dificultam o negócio. O primeiro e mais importante é a questão financeira. As negociações são em dólar e com valores bem elevados para empresas que tentam se reerguer em meio a pandemia do novo coronavírus. Um jogo de Eliminatórias pode custar até US$ 1,5 milhão, cerca de R$ 8,5 milhões.

Por que os jogos das Eliminatórias não vão passar na TV?

Outro ponto em discussão, que está diretamente ligado à questão financeira, é o custo-benefício dos jogos da seleção. Já não é de agora que as partidas do Brasil não dão mais a audiência de antes. Exceto quando é Copa do Mundo ou decisão de algum torneio importante, como Copa América ou Olimpíada. Jogos das Eliminatórias não tem sido um sucesso de audiência nas últimas edições.

As Eliminatórias voltam nesta quinta-feira. O Brasil estreia na sexta, às 21h30, contra a Bolívia, na Neo Química Arena, o estádio do Corinthians. O segundo jogo dos comandados de Tite está marcado para terça-feira, às 21h, contra o Peru, em Lima.

A regra das Eliminatórias são as mesmas das últimas Copas. Grupo único, com dez seleções, que se enfrentam em turno e returno. As quatro primeiras classificadas garantem vaga direta para a Copa no Catar e a quinta colocada vai disputar uma repescagem.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade