PUBLICIDADE

Fifa impõe novas regras para limitar empréstimo de atletas

Objetivo da entidade é evitar o acúmulo de jogadores por equipe, como é o caso do Chelsea, que possui 22 emprestados

20 jan 2022 14h04
| atualizado às 14h26
ver comentários
Publicidade

A partir da próxima temporada, os clubes terão uma novidade nas negociações do mercado de transferências. Nesta quinta-feira, a Fifa anunciou que irá mudar as regras para empréstimo de jogadores, com intuito de limitar a cessão dos atletas pelas equipes. O Chelsea, por exemplo, tem 22 jogadores emprestados a outros times.

A entidade máxima do futebol quer evitar que clubes com grande investimento comprem dezenas de jogadores para emprestá-los, como é o caso do Chelsea. Outro clube que possui vários jogadores nesta condição é o Manchester United, com 15 atletas cedidos, entre eles o meia Andreas Pereira, atualmente no Flamengo.

Fifa impõe novas regras para limitar empréstimo de atletas pelos clubes (Foto: Fabrice Coffrini / AFP)
Fifa impõe novas regras para limitar empréstimo de atletas pelos clubes (Foto: Fabrice Coffrini / AFP)
Foto: Lance!

As regras passam a valer no dia 1º de julho deste ano. A partir da temporada 2022/23, os clubes devem reduzir o número de emprestados em oito jogador. Na época seguinte, sete, e por fim, a partir de 2024/25, o número será fixado em até no máximo seis atletas cedidos. Jogadores menores de 21 anos não fazem parte da nova regra.

Lance!
Publicidade
Publicidade