0

Premier League, 1ª divisão inglesa, colhe receita recorde na temporada

Valor da temporada ultrapassa 6 bilhões de dólares (R$ 23 bilhões), mais de 70% acima que seus concorrentes europeus

4 jun 2019
04h43
atualizado às 07h34
  • separator
  • comentários

A Premier League da Inglaterra está vendo uma receita recorde que a mantém bem à frente das outras associações europeias de futebol, já que quatro de suas principais equipes aparecem nas finais do campeonato deste ano.

A receita da liga para a temporada atingiu € 5,44 bilhões (US$ 6,07 bilhões), mais de 70% acima do seu concorrente europeu mais próximo nos Big Five, a Bundesliga alemã, segundo analistas de negócios esportivos da Deloitte. A liga alemã superou por pouco sua contraparte espanhola, La Liga, no segundo lugar, informa um relatório.

Os elevados acordos de transmissão e o aumento das distribuições da Uefa, órgão regulador do esporte na Europa, estão contribuindo para as receitas das ligas de futebol, especialmente para as equipes de elite, disseram os analistas. Enquanto a Bundesliga e a La Liga estão acompanhando o crescimento da Premier League, a Ligue 1 e a Série A da França podem cair e se tornar menos competitivas, de acordo com Dan Jones, sócio da empresa que editou o relatório.

"É urgente que os clubes italianos e franceses desenvolvam suas fontes de receita", disse ele no relatório. "Há um risco de que a diferença entre eles e as três principais ligas continue a crescer", somando-se ao desequilíbrio competitivo.

A receita combinada do mercado global de futebol da Europa subiu 11%, para € 28,4 bilhões, segundo o relatório. Enquanto a média de comparecimento aos jogos foi maior na Bundesliga, as equipes inglesas tiveram uma receita média por clube de € 272 milhões, comparados aos € 176 milhões da Bundesliga.

O domínio financeiro da Premier League tem se refletido no campo nesta temporada, onde todos os quatro finalistas nas duas principais competições de clubes da Europa são britânicos. O Chelsea venceu o Arsenal por 4 a 1 na noite de quarta-feira em Baku, no Azerbaijão, enquanto o Liverpool bateu o Tottenham por 2 a 0, na final da Liga dos Campeões, em Madri no sábado.

Tais espólios estão atraindo mais equipes do segundo escalão da Inglaterra para registrar recordes de gastos por jogadores de talento e incorrer em perdas financeiras recordes, segundo o relatório. O stress financeiro atingiu equipes como o Bolton Wanderers, que adiou uma partida em abril porque jogadores não pagos se recusaram a jogar e entraram na administração. Um dos mais famosos da Inglaterra, o clube se tornou um dos fundadores do precursor da Premier League em 1888.

A busca por talentos também está afetando as equipes no nível mais alto, disse Jones, da Deloitte. Apesar do aumento na receita, o lucro operacional geral da Premier League caiu para € 979 milhões em relação ao recorde do ano passado, de € 1,2 bilhão, segundo o relatório. Os clubes da Bundesliga tiveram o melhor resultado de € 373 milhões, enquanto a derrota agregada da Ligue 1 aumentou para € 298, a pior até esta data.

"Há mais dinheiro no jogo em todos os níveis do que nunca, e ainda assim é preciso haver disciplina e boa administração é o desafio", disse Jones.

Tradução de Claudia Bozzo

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade