0

Griezmann se posiciona contra a homofobia em entrevista

Jogador de 28 anos falou com a revista francesa Têtu, que é voltada para o público LGBT

21 mai 2019
17h45
atualizado às 18h04
  • separator
  • comentários

Em entrevista que será publicada nesta quarta-feira na revista francesa Têtu, o atacante Antoine Griezmann se posicionou contra os casos de homofobia no futebol. O jogador de 28 anos será o principal destaque da publicação, que é voltada ao público LGBT, e falou abertamente sobre o preconceito no mundo da bola.

"A homofobia não é uma opinião, é um crime. E, agora, se um jogador disser palavras homofóbicas no campo de jogo, acho que eu pararia a partida. Isso precisa mudar", afirmou.

Griezmann durante partida do Atlético de Madrid contra o Espanyol
Griezmann durante partida do Atlético de Madrid contra o Espanyol
Foto: Albert Gea / Reuters

Griezmann chamou atenção para a não aceitação de alguns atletas do grupo da seleção francesa caso algum jogador assuma a sua homossexualidade.

"Se um jogador gay deseja anunciar que é homossexual, talvez não terá todos os jogadores da seleção francesa a seu lado, mas eu estarei", garantiu.

O atleta também cobrou uma maior seriedade não só por parte da Federação Francesa de Futebol, mas também dos diretores das equipe.

"Os dirigentes dos clubes, da Federação Francesa de Futebol e da liga também devem levar esse tema a sério. O futebol é um esporte bonito. Não pode ter essa imagem homofóbica. Mas é mais profundo do que isso. Há algumas semanas, me tornei pai pela segunda vez. Cabe a nós, os pais, educar nossos filhos para que cresçam em um mundo menos homofóbico e menos sexista", analisou o atacante.

Além disso, Griezmann falou do clima hostil para os homossexuais nas arquibancadas dos estádios franceses. "É verdade que os estádios não são lugares muito acolhedores para os homossexuais. Há alguns cantos homofóbicos… Nesses tempos, isso é inaceitável. Acabamos todos pagando por esta agressividade".

O jogador realizou o seu último jogo pelo Atlético de Madrid nesta terça-feira, em um amistoso contra o Beitar Jerusalém. Na partida, os Colchoneros perderam por 2 a 1, e o francês, de pênalti, fez o gol da equipe.

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade