5 eventos ao vivo

Duelo particular entre atacantes do City marca semi entre Brasil e Argentina

2 jul 2019
08h19
  • separator
  • 0
  • comentários

Um tem somente 22 anos. O outro, 31. Um ainda dá seus primeiros passos na promissora carreira. O outro, já é um artilheiro consagrado. Gabriel Jesus e Kun Aguero têm uma série de diferenças entre si, contudo, também possuem alguns pontos em comum, um deles é serem a esperança de gols para Brasil e Argentina, que se enfrentam nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão, pela semifinal da Copa América.

Ainda buscando se firmar no cenário internacional depois de sair do Brasil precocemente, já campeão brasileiro com o Palmeiras, Gabriel Jesus não esconde que tem Aguero como inspiração. Companheiros de Manchester City, os dois atacantes concorrem pela vaga de "homem gol" da equipe de Pep Guardiola. E a disputa não é para qualquer um. O garoto de 22 anos, nascido na Zona Norte de São Paulo, tem a árdua tarefa de simplesmente desbancar o maior artilheiro da história do clube inglês, com 231 gols, pela vaga no time titular.

Nesta terça-feira, Jesus e Aguero estarão em lados diferentes. Um defenderá a seleção da casa, com o apoio da torcida, no mesmo palco em que, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, o Brasil não tomou conhecimento dos Hermanos em 2015, vencendo por 3 a 0. Já o outro buscará levar a Argentina à mais uma final e, quem sabe, dar a Messi seu primeiro título com o time principal da albiceleste.

"No momento que decidi deixar o Palmeiras e buscar evolução na Europa com o treinador que é o Guardiola, com os companheiros que hoje tenho no City, pensei em tudo isso. Antes de eu virar profissional eu via o Aguero na Premier League, fazendo gols, sendo artilheiro. Você ter um companheiro desse nível brigando por posição com você faz com que você aprenda muito. Ele é um cara gente boa, mas é ele defendendo o dele e eu defendendo o meu", disse Gabriel Jesus às vésperas do maior clássico de seleções do planeta.

Nesta temporada, Aguero foi mais uma vez elementar para o Manchester City, que venceu tudo o que disputou no território inglês. Campeão do Campeonato Inglês, da Copa da Inglaterra e da Copa da Liga Inglesa, o atacante sequer vinha sendo convocado por Lionel Scaloni antes da competição continental, à qual chegou fadigado por conta do duro calendário europeu.

Embora o duelo entre Brasil e Argentina seja motivo de grande expectativa dos torcedores, Aguero prefere estrategicamente jogar a pressão toda para o lado dos rivais. Ciente de que a Seleção Brasileira tem uma obrigação maior de chegar à grande final por estar jogando em casa, o atacante do Manchester City negou que o time albiceleste fará mudanças para tentar surpreender.

"Vamos seguir jogando da mesma maneira. Eles [Seleção Brasileira] que terão que fazer um pouco mais por serem os anfitriões", afirmou Aguero após a Argentina eliminar a Venezuela vencendo por 2 a 0 no Maracanã.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade