1 evento ao vivo

Fla vive racha: Diego Ribas de um lado, Gabigol, de outro

Elenco estaria dividido, com nomes de peso em lados opostos

12 jan 2021
09h48
atualizado às 10h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Manter o técnico Rogério Ceni no momento é uma decisão da diretoria do Flamengo que sinaliza algo mais. A cúpula do clube já teria detectado que a fase irregular do time não tem a ver só com erros de escalação, substituições equivocadas e a falta de padrão de jogo, além da queda visível de rendimento de alguns dos principais titulares. As evidências mostrariam que há um problema maior por trás disso tudo: um racha no elenco.

O grupo estaria com duas correntes em rota de colisão – de um lado, Diego Ribas, Filipe Luís, o goleiro Diego Alves, Rodrigo Caio e Willian Arão; do outro, Gabigol, Bruno Henrique, Gerson e alguns dos mais jovens.

Flamengo teria correntes dividindo o elenco; diretoria trabalha com essa informação
Flamengo teria correntes dividindo o elenco; diretoria trabalha com essa informação
Foto: Alexandre Loureiro / Estadão Conteúdo

A turma mais experiente, liderada por Diego Ribas, é a que tem mais “entrosamento” com Rogério Ceni e tenta poupá-lo das críticas pelo desempenho ruim do time nas últimas rodadas do Brasileiro. Após a partida contra o Ceará (2 a 0, no domingo, no Maracanã), Diego se apressou em vir a público para cobrar mais dos jogadores e deixar claro que a cruz não poderia apontar apenas para Ceni.

Isso se deu no mesmo dia em que Gabigol fez questão de exibir sua contrariedade por ter sido barrado por Pedro e ter ficado por 70 minutos no banco de reservas. Para o atacante e seus parceiros, haveria um desconforto crescente com o trabalho do treinador, que, na semana passada, não pensou duas vezes ao transferir para os atletas a maior parcel ade culpa pelos fracassos recentes do Flamengo.

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade