PUBLICIDADE

Edu Dracena deixa o Palmeiras e vai comandar o futebol do Santos

Clube da Vila Belmiro demite André Mazzuco e irá anunciar o ex-zagueiro nesta quarta, antes do jogo com o Fluminense

26 out 2021 15h03
| atualizado às 15h03
ver comentários
Publicidade

Edu Dracena será nunciado nesta quarta-feira, antes do jogo com o Fluminense, pelo Brasileirão, o novo homem forte da diretoria de Futebol do Santos. O ex-zagueiro ocupava o cargo de assessor técnico no Palmeiras e já informou o clube alviverde que aceitou a proposta do rival da Baixada.

Edu Dracena fez história no Santos como jogador, conquistando seis títulos, entre eles a Copa Libertadores de 2011. Seu retorno seria a última cartada dos dirigentes para tentar livrar a equipe do rebaixamento e já reformular o elenco para evitar repetição de uma temporada tão ruim quando a atual, com eliminações precoces no Campeonato Paulista, Libertadores, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, além das últimas colocações na Série A. Ele tem uma trajetória importante no Palmeiras também como atleta, mas sua ligação com o time da Vila Belmiro é mais forte.

Antes de fazer o anúncio da chegada de Edu Dracena, programada para esta quarta-feira, o Santos anunciou a saída de André Mazzuco do cargo de Executivo de futebol.

"O Santos FC comunica mudanças no Departamento de Futebol Profissional. Com a vinda de um novo profissional para o Departamento de Futebol, que será anunciado nesta quarta-feira (27), André Mazzuco deixará o cargo de Executivo de Futebol", escreveu o clube.

O Santos garantiu que a troca de comando foi em comum acordo com Mazzuco. "Respeitando o momento, Clube e André Mazzuco acertaram, em comum acordo, a sua saída. Ambos entenderam ser melhor encerrar a parceria para dar prosseguimento com a nova formatação do setor, da forma que o novo profissional melhor entender", enfatizou. "O Santos FC agradece aos serviços prestados por Mazzuco enquanto esteve à frente do cargo e deseja sorte na continuidade da carreira."

Dracena, sem citar o nome do Santos, confirmou em suas redes sociais o fim de seu ciclo no Palmeiras por opção própria. Foram quase dois anos como assessor técnico no clube alviverde.

"Hoje encerro um ciclo na Sociedade Esportiva Palmeiras com muitos agradecimentos durante o período em que joguei: os atletas, treinadores, membros de comissões técnicas, dirigentes e funcionários de todas as áreas do clube. E durante os últimos quase dois anos onde atuei como assessor técnico quero agradecer da mesma forma a todos àqueles que fizeram parte do meu dia a dia de trabalho", escreveu o ex-jogador.

Estadão
Publicidade
Publicidade