PUBLICIDADE

CRB sai na frente, mas cede empate para o Guarani pela Série B

Resultado pouco ajuda o Galo na briga para colar nos líderes da competição; Bugre chega ao quarto jogo sem vitória e segue entre os últimos

2 jul 2022 - 22h55
(atualizado às 22h55)
Ver comentários
Publicidade

Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, CRB e Guarani mediram forças na noite deste sábado, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 16ª rodada. Aproveitando o momento difícil do adversário, que estreava o técnico Mozart, o Galo mostrou sua força ainda no primeiro tempo ao marcar com Gabriel Conceição. Porém, já na segunda etapa, sofreu o empate com Leandro Vilela, fechando o placar em 1 a 1.

CRB teve melhor volume de jogo, mas acabou ficando no empate com o Guarani pela Série B (Foto: Reprodução/Premiere)
CRB teve melhor volume de jogo, mas acabou ficando no empate com o Guarani pela Série B (Foto: Reprodução/Premiere)
Foto: Lance!

Com o resultado, a equipe alagoana chegou aos 20 pontos, pulando para a 10ª colocação, enquanto o time de Campinas, por conta do novo tropeço, acabou estacionando na 19ª posição, agora com 14 pontos.

INÍCIO DE JOGO DISPUTADO

Com os dois times mostrando disposição logo nos primeiros movimentos, até os 10 minutos o duelo era de bastante marcação. Entretanto, quem conseguiu assustar pela primeira vez foi o CRB, com Fabinho, mas a arbitragem acabou flagrando posição de impedimento na jogada.

Até os 30 minutos, o confronto passou a ficar mais animado. Notando o Guarani sem muita criatividade, a equipe alagoana, além de ficar mais com a posse de bola, tentou impor seu jogo buscando mais o ataque, porém ainda sem sucesso nas finalizações.

GALO ABRE A CONTAGEM

Aproveitando o momento no jogo, com direito a chuva no Rei Pelé, antes do término da etapa os donos da casa conseguiram encontrar seu gol. Aos 41 minutos, após receber lançamento na frente, Gabriel Conceição apostou na velocidade contra a marcação e, na saída de Athtur Gazze, mandou para o fundo das redes.

GUARANI BUSCA O EMPATE

No retorno para a etapa complementar, apenas Mozart, que fazia sua estreia como técnico do Bugre, foi quem optou por uma troca, ao colocar Lucão do Break no lugar de Vitinho. Apesar da mudança, o alvirrubro continuou ditando o ritmo e as ações, conseguindo controlar o jogo até os 10 minutos.

Na sequência, até meados dos 25, o clube de Campinas tentou equilibrar as coisas. Conseguindo aparecer com certa frequência em seu campo de ataque, tentou apostar em jogadas aéreas na esperança de encontrar seu tento, mas todas sem o sucesso esperado.

BUGRE CONSEGUE O EMPATE NO FIM

Com mais algumas substituições feitas, desta vez para ambos os lados, quem se deu melhor foram os visitantes. Aos 36 minutos, após receber passe de Lucão do Break, Leandro Vilela bateu de chapa sem chances para o goleiro Diogo Silva. Tudo igual no Rei Pelé.

Nos momentos finais, não faltou emoção em campo. Com o placar em aberto, os dois times ainda tentaram apostar suas últimas fichas em busca da vitória, mas não conseguiram concluir com precisão, dando a deixa para o árbitro colocar um ponto final na partida com o placar de 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

CRB 1x1 GUARANI

Data e horário: 02/07/2022 - 20h30 (de Brasília)

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)

Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)

Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI)

VAR: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira (MG)

Gols: Gabriel Conceição, 41'/1ºT (1-0); Leandro Vilela, 36'/2ºT (1-1)

Cartões amarelos: Leandro Vilela, 34'/1ºT; Reginaldo, 13'2ºT; Richard, 21'/2ºT

CRB: Diogo Silva; Reginaldo, Gum (Iago Mendonça, aos 31'/2ºT), Gilvan e Raul Prata; Uillian Corrêa (Jalysson, aos 31'/2ºT), Wallace e Rafael Longuine (David Brall, aos 44'/2ºT); Fabinho, Gabriel Conceição (Yago, aos 14'/2ºT) e Richard (Vico, aos 31'/2ºT). (Técnico: Daniel Paulista)

GUARANI: Arthur Gazze; Lucas Ramon (Mateus Ludke, aos 15'/2ºT), João Victor, Derlan e Matheus Pereira; Leandro Vilela, Silas (Lucas Venuto, aos 30'/2ºT) e Eduardo Person; Vitinho (Lucão do Break, no intervalo), Bruno José (Madison, aos 30'/2ºT) e Giovanni Augusto. (Técnico: Mozart)

Lance!
Publicidade
Publicidade