PUBLICIDADE

Copa do Brasil

CBF adia jogo da Copa do Brasil devido à condições climáticas

Jogo seria disputado nesta quarta-feira (01), em Caxias do Sul.

30 abr 2024 - 23h15
(atualizado às 23h15)
Compartilhar
Exibir comentários
Inter havia finalizado preparação para o jogo
Inter havia finalizado preparação para o jogo
Foto: Divulgação / Internacional / Esporte News Mundo

O Internacional enfrentaria o Juventude, na próxima quinta-feira (01), no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, mas o jogo acabou sendo adiado devido às condições climáticas na cidade gaúcha. Em nota oficial, Confederação Brasileira de Futebol (CBF), confirmou que o jogo será realizado apenas no próximo dia 10 de maio, que foi a data encontrada pela entidade para a realização do confronto da terceira fase.

As duas equipes já haviam encerrado a preparação para o jogo e a delegação do Internacional já iria se deslocar até Caxias do Sul para a realização da partida. No entanto, com o adiamento do confronto, os jogadores permaneceram em Porto Alegre e agora o foco passa a ser o Campeonato Brasileiro.

+ Para saber tudo sobre o Copa do Brasil, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook Instagram

O jogo entre Juventude e Internacional seria o primeiro entre as equipes válido pela terceira fase da Copa do Brasil. O sorteio da CBF colocou os adversários gaúchos em condição de disputa por uma vaga na fase de oitavas de final do torneio. Recentemente, os clubes já se enfrentaram na semifinal do Cameponato Gaúcho e o Juventude levou a melhor.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Internacional visita o Cruzeiro, no próximo sábado (04), às 21h (de Brasília), enquanto o Juventude joga na próxima seguinda-feira (06), quando recebe o Atlético-GO, em Caxias do Sul.

Confira a nota oficial da CBF:

Em virtude das condições climáticas adversas no Rio Grande do Sul, a CBF transfere o confronto entre Internacional e Juventude, no Beira-Rio, marcado para a noite desta quarta-feira (1), pela Copa Betano do Brasil, para o dia 10 de maio.

As intensas chuvas, com um índice pluviométrico de 300mm, tornaram inviável a realização do evento esportivo por motivo de força maior.

A decisão tomada em consonância com o apelo do Governador visa prioritariamente resguardar a segurança e a integridade física de todos os envolvidos no espetáculo esportivo, incluindo jogadores, comissão técnica, árbitros, torcedores e demais profissionais. 

A CBF, em sua condição de zeladora do futebol nacional, reitera seu compromisso com o bem-estar dos participantes e agradece a compreensão de todos os aficionados pelo esporte.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade