2 eventos ao vivo

Gato surdo, ursa polar e robô: os oráculos da Copa das Confederações

19 jun 2017
14h14
  • separator
  • comentários

Mal a bola rolou na Rússia, a Copa das Confederações já tem três candidatos a oráculo para adivinhar os resultados do torneio e tentar roubar a fama do polvo Paul, o famoso adivinho da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Aquiles, um gato branco que mora no museu Hermitage é o "oráculo oficial" da competição, disputada em São Petersburgo, Kazan, Sochi e Moscou entre os dias 17 de junho e 2 de julho.

Os veterinários preferiu escolher o felino porque ele desenvolveu seus outros sentidos além do habitual por causa de sua surdez.

"Tínhamos outros três candidatos, mas optamos por Aquiles. Há um ano e meio ele ficou surdo. Apesar disso, é um gato muito ativo e se orienta muito bem", disse um dos veterinários responsáveis por tornar o felino famoso.

Aquiles já acertou o vencedor da partida de abertura da Copa das Confederações no sábado, quando a Rússia venceu a Nova Zelândia por 2 a 0. No alto de uma janela, o gato optou por comer sua ração em um pequeno prato que levava a bandeira da russa.

O gato disputa o posto com a ursa polar Nika, do centro de resgate do Zoológico de Moscou. A ursa tem uma grande paixão por bolas, às vezes usadas por ela como travesseiro.

Nika estreou como "oráculo" na partida desta segunda-feira e previu a vitória da Alemanha sobre a Austrália, um resultado confirmado com o triunfo dos comandados de Joaquim Löw por 3 a 2.

O terceiro candidato a oráculo da Copa das Confederações é um robô. O androide Baxter prevê os resultados das partidas pouco antes de seu início ao levantar com suas pinças um dos três cubos que lhe são oferecidos - dois deles com os nomes das respectivas seleções e o terceiro com a opção do empate.

Até agora, Baxter acertou um dos resultados e errou o outro. Assim, seu futuro como adivinho é incerto.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade