PUBLICIDADE

Vice da Fifa propõe meio-termo em planos para Copa do Mundo

Previsão é que a Fifa realize uma cúpula global de todas as associações nacionais para debater os planos no dia 20 de dezembro

3 dez 2021 13h21
| atualizado às 13h49
ver comentários
Publicidade
Logo da Fifa em Zurique, na Suíça
30/09/2020 REUTERS/Arnd Wiegmann
Logo da Fifa em Zurique, na Suíça 30/09/2020 REUTERS/Arnd Wiegmann
Foto: Reuters

O vice-presidente da Fifa Victor Montagliani levantou a hipótese de um meio-termo como solução para a crise sobre a proposta de uma Copa do Mundo bienal, que divide a entidade reguladora do futebol.

O canadense Montagliani, que é presidente da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf), é um aliado-chave do presidente da Fifa, Gianni Infantino, e sua ideia de um torneio alternativo provavelmente será debatida neste mês.

Infantino está envolvido em um desentendimento profundo com a Uefa por causa das propostas de aumentar a frequência da Copa do Mundo. Ligas e times de elite também se opõem aos planos, que estão a cargo do chefe de desenvolvimento global de futebol da Fifa, Arsène Wenger.

Montagliani disse à Reuters em uma entrevista que uma alternativa à Copa do Mundo bienal poderia ser um torneio levemente inspirado na antiga Copa das Confederações, que não acontece desde 2017, ou uma versão global do formato da Liga das Nações, usado pela Uefa e a Concacaf.

"O princípio de ter um evento, entre Copa do Mundos, é algo que apoio totalmente", disse Montagliani.

"A questão é como será isso, como o abordamos, como isso afeta outras coisas, como os processos eliminatórios e torneios que já estão aí? Este é o processo pelo qual temos que passar", acrescentou.

O canadense disse que uma das vantagens do modelo da Copa das Confederações é que não há necessidade de um processo de qualificação separado – já que as seleções obteriam suas vagas por meio de torneios continentais já existentes.

A previsão é que a Fifa realize uma cúpula global de todas as associações nacionais para debater os planos no dia 20 de dezembro.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade