PUBLICIDADE

Rivaldo e Caniggia estão entre maiores carrascos de ex-clube

9 nov 2012 07h33
Publicidade

Nem toda história de amor termina bem. No futebol é a mesma coisa. Aqueles que hoje são ídolos, amanhã podem estar do outro lado fazendo gols. Confira os maiores carrascos de seus ex-clubes, desde Rivellino, que estreou pelo Fluminense marcando três gols contra o Corinthians, até Danilo, que adora balançar as redes contra o São Paulo.

Destaque na seleção, Rivaldo virou carrasco do seu ex-clube Corinthians quando fez três gols pelo Palmeiras nas finais do Brasileiro de 1994
Destaque na seleção, Rivaldo virou carrasco do seu ex-clube Corinthians quando fez três gols pelo Palmeiras nas finais do Brasileiro de 1994
Foto: Getty Images



Rivaldo

Melhor jogador do mundo em 1999, Rivaldo ganhou projeção no futebol com a camisa do Corinthians, após ótima passagem pelo Mogi Mirim. Algumas más atuações, no entanto, fizeram com que o time de Parque São Jorge desistisse de sua contratação em definitivo. O Palmeiras resolveu apostar e seu deu bem, pois o craque fez três gols sobre o ex-clube na final do Campeonato Brasileiro de 1994.



Caniggia

Revelado pelo River Plate em 1985, Caniggia fez história no futebol europeu por dez anos antes de voltar para a Argentina. Quando o fez, escolheu justamento o arquirrival Boca Juniors dizendo que era torcedor da equipe desde criança. Para completar, marcou três gols contra o ex-clube e beijou Maradona na comemoração.



Rivellino

Um dos maiores jogadores da história do futebol, Rivellino foi mandado embora do Corinthians por não conseguir nenhuma conquista com a camisa do clube. Sua estreia pelo Fluminense se deu justamente contra os paulistas, e o craque marcou nada menos do que três gols na goleada por 4 a 1.



Tevez

Após uma conturbada passagem pelo Manchester United, Tevez se mudou para o eterno rival City e ganhou status de traídos após marcar três vezes contra o ex-clube nas semifinais da Copa da Liga Inglesa de 2010.



Bruno Mineiro

Destaque do Brasileirão deste ano, o atacante fez o gol que garantiu o acesso ao Sport para a primeira divisão desde ano. Mês passado, porém, marcou três vezes contra o ex-clube com a camisa da Portuguesa, e complicou de vez a vida dos pernambucanos na luta contra o rebaixamento.



Danilo

Apesar de ter conquistado a Libertadores e o Mundial de Clubes em 2005, Danilo nunca foi unanimidade entre a torcida do São Paulo. Quando desembarcou no rival Corinthians, no entanto, se tornou um especialista em balançar as redes do ex-clube. Foram três vezes em três jogos diferentes, e em todos esses o meia saiu de campo vitorioso.



Muller

O atacante fez história com a camisa do São Paulo, marcando, inclusive, o gol que deu o segundo título mundial ao clube, em 1993. No entanto, não precisou balançar as redes para se tornar carrasco do ex-clube na final da Copa do Brasil de 2000. Bastou o veterano jogador dar a dica para seu companheiro de Cruzeiro Geovanni cobrar uma falta no meio da barreira no último minuto. A bola desviou e enganou Rogério Ceni, dando o título aos mineiros.



Romário

O baixinho defendeu as cores do Flamengo entre 1995 e 1999. Mas seu esporte favorito era marcar gols em cima do rubro negro. Conquistou nada menos do que três títulos em cima da equipe e balançou as redes nada menos do que 17 vezes em toda a sua carreira.



Quer saber mais sobre a Copa Coca-Cola?

Então, clique aqui

e confira

Fonte: PrimaPagina
Publicidade