PUBLICIDADE

Pegador de pênalti é trunfo de finalista da Copa Coca-Cola

9 nov 2012 07h28
Publicidade

Se pênalti é mesmo loteria, o que dizer de uma equipe que, em quatro jogos eliminatórios, venceu três deles nas cobranças alternadas. Foi o que aconteceu com o Garoto Revelação, do Recife, que está entre os oito finalistas da Copa Coca-Cola. Mais do que contar com a sorte, o time aprimora o fundamento nos treinos e conta com um goleiro que mete medo em qualquer batedor.

Jogadores de Recife decidiram a vaga nos pênaltis pela terceira vez
Jogadores de Recife decidiram a vaga nos pênaltis pela terceira vez
Foto: Léo Barrilari / PrimaPagina



O Garoto Revelação é um projeto social fundado em 1997 que nos primeiros anos era mantido com recursos da prefeitura. Com as mudanças na gestão municipal, no entanto, o financiamento à iniciativa acabou, e nos últimos cinco anos ela virou um programa para revelar jogadores.



O técnico Arthur César Veríssimo conta que desde o início a Copa Coca-Cola foi uma prioridade para a equipe. Prova disso é que a preparação para o torneio foi iniciada ainda em fevereiro. "A gente já tinha uma equipe base e fomos buscar destaques de escolinhas da região para suprir algumas posições que tínhamos carências. Além disso, participamos de um campeonato no primeiro semestre e fizemos muitos amistosos para ter uma equipe bem entrosada", diz.



O treinador também estabeleceu uma rotina rígida de treinamentos, começando com a parte física nas segundas-feiras. Terça e quarta são os dias dos fundamentos e na quinta é a vez de um coletivo. Na sexta a equipe descansa para poder jogar um amistoso no sábado. Apesar de toda a preparação, Arthur lembra que o time enfrentou problemas na estreia, quando teve de jogar três jogos no mesmo dia debaixo de forte chuva.



"Depois fomos para São Paulo com uma grande ansiedade, pois nosso adversário era o bicampeão de Curitiba. Encontrei um vídeo deles na internet e estudei uma forma de anular o melhor jogador, que tinha feito seis dos onze gols da equipe", afirma.



A estratégia deu certo, e o Garoto Revelação conseguiu a vaga nas oitavas de final. Após o duelo, porém, cinco jogadores passaram mal e receberam atendimento da equipe médica do torneio. Mesmo assim, todos se superaram e entraram em campo para o jogo seguinte.



"Era a partida da vida deles, e fizemos um ótimo primeiro tempo. Na volta do intervalo, fizemos 2 a 0, mas a equipe entrou em pane, cedeu o empate, teve um jogador expulso e um pênalti contra. Mas nosso arqueiro defendeu, levamos para as cobranças alternadas e faturamos a vaga", lembra.



E o grande nome das disputas de penalidades foi o goleiro Gustavo Vieira, que tem 1,80 m e um preparador exclusivo que o ajuda a melhorar nos fundamentos. Ele é uma das principais apostas da equipe para a fase final, que será disputada dias 23 e 24 de novembro, no Rio de Janeiro."Já assistimos o último jogo do nosso adversário e estamos trabalhando na melhor forma de anular eles. Algumas equipes se cansam no segundo tempo, então precisamos nos sobressair também na parte física", destaca Arthur.



Quer saber mais sobre a Copa Coca-Cola?

Então, clique aqui

e confira

Fonte: PrimaPagina
Publicidade