PUBLICIDADE

Lembre os mais famosos gols marcados com uma mãozinha

30 out 2012 07h45
| atualizado às 09h08
Publicidade

Quando se fala em gol de mão, a primeira imagem que vem à cabeça é a de Maradona marcando diante da Inglaterra na Copa de 1986. Porém, ele não foi o único que usou o recurso irregular. Confira outros exemplos, desde Adriano, que marcou em um clássico entre São Paulo e Palmeiras, até Mellberg, que teve a capacidade de fazer um gol contra de lateral.

Maradona usou a mão para vencer o goleiro inglês na Copa de 1986
Maradona usou a mão para vencer o goleiro inglês na Copa de 1986
Foto: Getty Images



Henry

Jogando em casa, a França só precisava de um empate contra a Irlanda para passar pela repescagem e ir à Copa do Mundo da África do Sul. Os bleus, no entanto, perdiam por 1 a 0, até que Henry abusou da malandragem, dominou uma bola com a mão e cruzou para Gallas garantir a vaga do país.



Adriano

Emprestado ao São Paulo para recuperar seu futebol, o atacante marcou um polêmico gol diante do Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista de 2008. Após a bola ser cruzada na área, o atacante não alcançou com a cabeça e, intencionalmente ou não, acabou batendo com a mão para que ela estufasse as redes.



Túlio Maravilha

O Brasil perdia para a Argentina por 2 a 1 nas quartas de final da Copa América de 1995, até que Túlio rebebeu lançamento na entrada da área, ajeitou com o braço e deixou tudo igual. A seleção verde e amarela ainda faturou a vaga nas penalidades.



Andrés Scotti

Aproveitando que atuava pelo time que revelou Maradona, que estava no estádio que leva o nome do craque, e que o próprio ex-jogador estava nas tribunas, o zagueirão uruguaio resolveu homenagear o ídolo marcando um gol de mão pelo Argentino Junors em 2009.



Messi

O craque do Barcelona é frequentemente apontado como o legítimo sucessor do futebol de Maradona. E em 2007 ele já dava mostras de que estava no caminho certo. No clássico contra o Espanyol, o argentino esticou a mão para chegar antes do goleiro e balançar as redes.



Luís Fabiano

Em jogo contra a Costa do Marfim durante a Copa de 2010, o atacante recebeu na área, chepelou o primeiro adversário, dominou a bola, chapelou o segundo, ajeitou a redonda até o chão e mandou para as redes. Seria um gol antológico, não fosse o jogador do São Paulo ter ajeitado a bola com a mão em duas ocasiões. Todos no estádio viram, menos o juiz, que validou o lance.



Mellberg

Em 16 de setembro de 2002 o zagueiro do Aston Villa conseguiu a façanha de fazer um gol contra com a mão, e ainda por cima em cobrança de lateral. Ele mandou na direção do goleiro, que se atrapalhou todo e deixou a redonda passar. O jogo terminou 3 a 0 para o Birmingham.



Maradona

O mais célebre dos gols de mão ocorreu nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986. Argentina e Inglaterra viviam no contexto da Guerra das Malvinas, e o tento marcado pelo craque teve sabor de vingança para os sul-americanos.



Quer saber mais sobre a Copa Coca-Cola?

Então, clique aqui

e confira

Fonte: PrimaPagina
Publicidade