PUBLICIDADE

Terra no Catar

Torcida quieta e Mbappé longe da idolatria: bastidores da vitória da França

Atuais campeões do mundo golearam a Austrália na estreia da Copa do Mundo do Catar

22 nov 2022 - 18h13
(atualizado às 18h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Os atuais campeões mundiais voltam a entrar em campo no próximo sábado, 26, às 16h contra a Dinamarca
Os atuais campeões mundiais voltam a entrar em campo no próximo sábado, 26, às 16h contra a Dinamarca
Foto: REUTERS/ Kai Pfaffenbach

Atual campeã do mundo, a França chegou ao Catar como uma das favoritas a ficar com o título pela terceira vez na sua história mesmo sem a presença de destaques do time, como Pogba, Kanté e Benzema, cortados por lesão. Porém, parece que a torcida não aposta muito as suas fichas na equipe de Didier Deschamps. Pelo menos, essa é a impressão de quem esteve ao Al Janoub acompanhando a vitória contra a Austrália

Veja a agenda dos jogos da Copa do Mundo 2022 e acompanhe os resultados e a classificação dos times.

A atmosfera do estádio era de que jogavam duas seleções sem tradição no futebol. A explicação pode estar no boicote dos europeus ao Mundial no Catar por causa das acusações de desrespeitos aos direitos humanos. Com isso, poucos franceses vieram prestigiar a seleção in loco.

A reportagem do Terra questionou vários torcedores com a camisa de Mbappé e cia se eles eram cidadãos franceses, a resposta foi negativa em mais das 20 tentativas. A França tem uma longa herança colonial, o que motiva muita torcida ao redor do mundo, além do próprio sucesso em campo.

O Al Janoub ficou em silêncio durante muitas oportunidades. 'Allez Les Bleus', tradicional canto da torcida fracensa, foi puxado em algumas oportunidades por um pequeno grupo que ficou atrás do gol defendido por Hugo Lloris no primeiro tempo. No entanto, o coro ficava longe de empolgar e conquistar o estádio, que não estava lotado.

Ainda no 1º tempo, os torcedores começaram a fazer tradicional "ola", o que é um indicativo que a partida não estava lá das mais interessantes.

Outro ponto que chamou a atenção da reportagem foi a empolgação dos franceses com Mbappé. Apesar de ser o grande nome da atual seleção, o camisa 10 não chegou nem perto da ovação que recebeu Lionel Messi na estreia da Argentina, por exemplo, quando o seu nome foi anunciado. Não houve nenhuma reação quando o craque do PSG apareceu no telão também. Em comparação, a torcida gritou pelo atacante Giroud no 2º tempo.

O momento de maior amor entre Mbappé e a torcida foi após o atacante marcar o terceiro gol na goleada dos franceses. Ele olhou para arquibancada e pediu o apoio dos franceses.

Com a vitória, a França lidera o grupo D. Os atuais campeões mundiais voltam a entrar em campo no próximo sábado, 26, às 16h contra a Dinamarca, que ficou em um empate sem gols contra a Tunísia na primeira partida.

Assine a newsletter Papo de Copa e receba análises exclusivas dos jogos e notícias mais relevantes da Copa no Catar!

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade