0

Chulapa e Léo têm que acalmar torcida na porta do vestiário

16 fev 2017
01h03
atualizado às 08h35
  • separator
  • 0
  • comentários

A derrota para o São Paulo na Vila Belmiro mexeu com o brio dos torcedores santistas, nem tanto pelo resultado, mas pela forma como o placar de 3 a 1 foi construído. Tudo isso refletiu em uma forte pressão na porta do vestiário do Peixe. Dezenas de torcedores se aglomeraram e cobraram "mais vontade" dos atletas de Dorival Júnior. Serginho Chulapa e Léo, ídolos do clube em épocas diferentes, saíram para tentar dialogar e acalmar os ânimos. Depois de cerca de 15 minutos de tumulto e com a chegada de seguranças, o grupo deixou o local se vangloriando pelo ato.

Victor Ferraz lamenta derrota do Santos no clássico com o São Paulo, na Vila Belmiro
Victor Ferraz lamenta derrota do Santos no clássico com o São Paulo, na Vila Belmiro
Foto: Marcello Zambrana/Agif/Gazeta Press

Durante o San-São desta quarta, Lucas Lima acabou sendo o principal alvo da irritação vinda das arquibancadas. O meia da Seleção Brasileira ouviu uma vaia colossal ao ser substituído nos minutos finais. Nem mesmo as vaias após o apito final e a confirmação da derrota foram tão intensas.

O revés marcou o fim da invencibilidade do Santos na temporada. A equipe vinha de três vitórias seguidas, dois pelo Campeonato Paulista e outra em amistoso de pré-temporada. Além disso, desde 2009 o Peixe não perdia na Vila Belmiro para o São Paulo. No Estadual o jejum era ainda maior: 14 anos. Nesta quarta, porém, tudo caiu por terra, inclusive a paciência da torcida.

No sábado, um novo encontro está marcado para às 19h30, quando o Santos enfrentará a Ferroviária de novo na Vila Belmiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade