PUBLICIDADE

Seu time precisa de ajuda? Confira 10 opções de reforços

25 set 2014 13h17
| atualizado às 13h23
Publicidade

A janela de transferências do exterior para o futebol brasileiro está fechada desde 13 de agosto, mas os clubes da Série A que ainda buscam reforços na temporada não estão sem opções. Ainda é possível ir atrás de jogadores sem contrato, que não são afetados pelo fechamento da janela, e de destaques de divisões inferiores do Brasil. Confira oito nomes que podem socorrer um time em dificuldades: quatro "dando sopa" no mercado e quatro destaques que não jogam na elite.

Vagner (Avaí)

O simples fato de ser o goleiro do time que possui a melhor defesa da Série B já seria suficiente para credenciar Vagner como bom reforço a qualquer equipe da primeira divisão nacional. Além disto, porém, o arqueiro de 25 anos tem outros atributos interessantes: foi um dos destaques do Ituano campeão paulista no início desta temporada e se formou na excelente escola do Paulista de Jundiaí, que já revelou nomes como Victor (Atlético-MG), Artur (Benfica) e Rafael Bracalli (Porto).

Yago Pikachu (Paysandu)

Veloz, jovem e artilheiro. Assim é Yago Pikachu, lateral-direito considerado uma das maiores revelações do tradicional Paysandu nos últimos anos. Forte ofensivamente, ele foi o maior goleador da equipe paraense na Série B do ano passado e já atraiu interesse de Palmeiras, Internacional e Goiás recentemente. A sua alta multa rescisória, especulada em R$ 10 milhões, pode dificultar as negociações, mas o fato de o time do Norte do País já estar praticamente eliminado da Série C pode tornar possível o desejo de clubes da elite nacional.

Sandro (Ceará)

Revelado pelo Fluminense em 2006, o zagueiro Sandro é considerado um dos melhores defensores do futebol nordestino. Apesar de não ser tão alto (1,80m), tem bom posicionamento e tempo de bola. Destro, ele também pode jogar como volante. Nesta temporada, já liderou o Ceará ao vice-campeonato da Copa do Nordeste e é o principal nome defensivo do quinto colocado da Série B do Campeonato Brasileiro.

Jael (Joinville)

Tudo bem, ele já teve chances em Flamengo, Sport, Bahia e Portuguesa – destacando-se apenas na equipe tricolor, em 2010 -, mas Jael pode, sim, ser um bom reforço para times que procuram um atacante para a segunda metade da Série A. O jogador de 25 anos possui bom cabeceio, posicionamento e finalização e é simplesmente o vice artilheiro da segunda divisão nacional no momento. Jael é, ainda, o principal responsável pelo Joinville ocupar a liderança da Série B neste momento.

Fernando Leal (América-MG)

Se há um goleiro que transmite confiança e tem experiência para dar e vender este é Fernando Leal. Aos 32 anos, o bom camisa 1 do América-MG já passou por Bahia, Vitória, Cruzeiro e Criciúma na carreira, mas tem feito por merecer mais uma chance em um time grande. Nos últimos anos, Leal se destacou no Campeonato Paulista por Mirassol e Oeste e já realiza um bom trabalho pelo sólido América-MG na Série B.

Ricardinho (Ceará)

Um dos grandes destaques da sensação Ceará na Série B, o meio-campista Ricardinho é versátil, técnico e inteligente. Pode atuar como volante ou meia, e é considerado o "motorzinho" do time. Aos 28 anos, já defendeu times como Caxias, XV de Piracicaba, Londrina e Ponte Preta, e pode ter chegado a hora de dar o salto para uma equipe da elite do futebol brasileiro.

Diego Felipe (Avaí)

Assim como Ricardinho, Diego Felipe é daqueles volantes que não se limitam a apenas destruir as jogadas adversárias. Aos 25 anos, o jogador revelado pelo Criciúma em 2010 vive o melhor momento de sua carreira e é o artilheiro do Avaí na Série B do Campeonato Brasileiro. Com nove gols, Diego Felipe é forte no jogo aéreo (mede 1,86m) e cumpre funções táticas importantes para o atual terceiro colocado da Série B.

Paulinho (Londrina)

O ataque do Londrina chamou a atenção do País no duelo contra o Santos pela Copa do Brasil. O centroavante camaronês Joel já acertou com o Coritiba, mas seu parceiro de frente, o veloz e habilidoso Paulinho, ainda está na equipe paranaense, que disputa a Série D. O jogador de 20 anos pertence ao Grêmio, que o contratou do Juventude em 2013, mas ele nunca foi muito aproveitado no time tricolor e poderia sair por uma proposta interessante.

Pablo (Avaí)

Se o Avaí tem a melhor defesa da Série B, deve muito disso a Pablo, zagueiro de 23 anos que já foi especulado em alguns times da primeira divisão. Revelado no Quixadá-CE, ele já esteve no PSV, da Holanda, para um período de testes, e teve passagem discreta pelo Grêmio em 2012. Agora, mais maduro, é o destaque defensivo da equipe catarinense, que defende desde o ano passado, e pode ser aposta para muitos times.

Rodrigo Pimpão (América-RN)

Além de Jael e Magno Alves, quem também é um dos artilheiros do torneio é Rodrigo Pimpão. Atacante muito rápido pelos lados e de boa finalização, teve passagem regular pelo Vasco entre 2009 e 2010; hoje, aos 27 anos, parece preparado para receber mais uma chance na primeira divisão. Já jogou também no futebol japonês, sul-coreano e iraniano.

Fonte: Terra
Publicidade